Busca avançada
Ano de início
Entree

Para uma história do conto cabo-verdiano em língua portuguesa

Processo: 12/11045-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Outras Literaturas Vernáculas
Pesquisador responsável:Simone Caputo Gomes
Beneficiário:Simone Caputo Gomes
Anfitrião: Antonio Manuel dos Santos Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade de Aveiro (UA), Portugal  
Assunto(s):Literatura cabo-verdiana   Língua portuguesa   Conto   Identidade cultural

Resumo

O presente projeto, Para uma História do Conto Cabo-Verdiano em Língua Portuguesa, constitui um recorte de projeto mais amplo, submetido por esta investigadora ao Governo da República de Cabo Verde e proposto detalhadamente para ser desenvolvido em cinco anos. O macroprojeto referido dedica-se a traçar uma História (possível) da Literatura Cabo-verdiana, dentro dos pressupostos teóricos da reflexão mais atual sobre Literatura na relação com a Cultura. Do seu universo, pretendemos perscrutar e aprofundar, no período de três meses no exterior (com BPE), uma linha de pesquisa sobre o nascimento da literatura cabo-verdiana e suas principais manifestações e gêneros, mormente o gênero "narrativa breve" - tendo como expoente a forma "conto" - sob dois pontos de vista principais: o que diz respeito à formação do sistema literário e o que toca à identidade plural ou cabo-verdianidade expressa nos textos. O nascimento da "morna" no conto de Manuel Lopes "Um galo que cantou na baía" (primeira versão, em 1936, na revista Claridade 2) pode ser considerado metafórico do nascimento da literatura cabo-verdiana. A narrativa breve (de viagem ou de cenário, de personagem, conto, crônica, prosa poética, dentre outras tipificações), no entanto, manifesta-se bem antes daquele marco literário dos anos trinta do século XX, desde os relatos quinhentistas que misturam aspectos históricos, geoclimáticos e literários e desde os breves textos dos Almanaques. Assim, objetivamos desenvolver a nossa pesquisa no exterior (como ampliação necessária da coleta de dados já realizada no Brasil e em Cabo Verde) no âmbito específico das bibliotecas portuguesas e, de imediato, proceder, a partir da constatação da incidência constante e da vitalidade do conto na série literária cabo-verdiana, à proposta de sistematização de uma história da literatura pela via dessa forma breve, que atende à demanda de publicação periódica num país com notória escassez de editoras, ao mesmo tempo que oferece oportunidades mais igualitárias de produção a escritoras face a um cânone marcadamente masculino no que toca a outros gêneros ou formas literários. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)