Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação multimodal da epileptogênese com ênfase na incorporação de novos modelos e novas ferramentas

Processo: 12/10702-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 10 de setembro de 2012
Vigência (Término): 21 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Andre Schwambach Vieira
Beneficiário:Andre Schwambach Vieira
Anfitrião: Felix Rosenow
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Philipps-Universität Marburg, Alemanha  
Vinculado ao auxílio:11/50680-2 - Investigação multimodal da epileptogênese com ênfase na incorporação de novos modelos e novas ferramentas, AP.TEM
Assunto(s):Neurologia   Epilepsia do lobo temporal

Resumo

As epilepsias afetam aproximadamente 1% a 2% da população mundial, sendo a epilepsia de lobo temporal mesial (ELTM) a mais frequente, representando 40% dos pacientes; esses são frequentemente refratários ao tratamento clínico. Uma das ferramentas mais utilizadas para tentar compreender a fisiopatologia da ELTM são modelos animais induzidos. Apesar dos vários modelos animais disponíveis e amplamente estudados atualmente, a maioria desses apresentam lesões no sistema nervoso central e eventos fenotípicos que não são comumente identificados nos pacientes com ELTM, sendo principalmente a perda neuronal em regiões para-hipocampais e insultos iniciais graves tais como: isquemia, traumas e status epilepticus (SE). Isso posto, propomos a trabalhar com um modelo animal recentemente descrito (Norwood et al., 2010) que tem como principal vantagem gerar uma lesão discreta, mais próxima daquela efetivamente encontrada em pacientes com ELTM e sem a necessidade do insulto inicial precipitante do tipo SE. Com esse modelo propomos utilizar no projeto FAPESP-MCT/CNPq-PRONEX (processo # 2011/50680-2) associado uma série de ferramentas para investigar vários fenômenos e vias biológicas que se entrecruzam na determinação da epileptogênese na ELTM. Essa estratégia permitirá uma abordagem interdisciplinar que vai da neuroimagem estrutural à biologia molecular, passando pela neurofisiologia, neuroquímica e bio-informática. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.