Busca avançada
Ano de início
Entree

Indicadores reprodutivos de Tilápia do Nilo, Oreochromis niloticus alimentados com ração suplementada com probiótico composto de Bacillus subtillis

Processo: 12/13741-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 13 de setembro de 2012
Vigência (Término): 12 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Maria José Tavares Ranzani de Paiva
Beneficiário:Danielle de Carla Dias
Supervisor no Exterior: Miguel Angel Moriñigo Gutierrez
Instituição-sede: Instituto de Pesca. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Málaga (UMA), Espanha  
Vinculado à bolsa:10/11694-5 - Indicadores reprodutivos de Tilápia do Nilo, Oreochromis niloticus alimentados com ração suplementada com probiótico composto de Bacillus subtillis, BP.PD
Assunto(s):Probióticos   Proteômica   Tilápia

Resumo

A proteômica é o estudo da expressão do proteoma de um organismo, ou o resultado final da expressão dos seus genes, que permite compreender os efeitos estruturais e funcionais causados por fatores ambientais, incluindo a nutrição e, neste caso, os probióticos. A eletroforese bidimensional, que combina a separação das proteínas de acordo com o seu ponto isoelétrico, bem como, pelo seu peso molecular, seguida da identificação das proteínas por espectrometria de massa é a metodologia mais utilizada para estudos de proteômica. A eletroforese em gel de gradiente desnaturante (DGGE) é um método de separação eletroforético baseado em diferenças no comportamento de desnaturação de fragmentos de DNA de cadeia dupla. A DGGE é uma poderosa técnica de análise genética que pode ser usada para detectar diretamente modificações de uma única base e polimorfismos em DNA genômico, DNA clonal e DNA amplificado por PCR. Esta técnica irá permitir o rastreamento das bactérias presentes no intestino dos peixes e as possíveis modificações da flora intestinal causada pela suplementação de probiótico. (AU)