Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de vias desreguladas em mielodisplasia e leucemias agudas a partir de resultados prévios obtidos em microarranjos

Processo: 11/22376-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Sara Teresinha Olalla Saad
Beneficiário:Fernanda Marconi Roversi
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/51959-0 - Biologia das doenças neoplásicas da medula óssea, AP.TEM
Assunto(s):Síndromes mielodisplásicas   Hematologia

Resumo

As síndromes mielodisplásicas (SMDs) compreendem um grupo heretogêneo de desordens hematopoéticas, frequente em idosos, e com alta taxa de evolução para leucemias agudas. Estas síndromes decorrem de múltiplas alterações nas células pluripotentes da medula óssea que determinam defeitos da diferenciação e da morte das células hematopoéticas e se manifestam clinicamente por anemia, neutropenia e plaquetopenia. Não há tratamento específico para as síndromes mielodisplásicas, sendo o transplante de medula óssea a única alternativa curativa, mas não aplicável a maioria dos pacientes que, como mencionado acima, são idosos. Estas síndromes foram descritas há menos de 3 décadas e os mecanismos moleculares envolvidos na sua patogênese vêm sendo apenas recentemente elucidados. Nos últimos anos, crescente interesse tem se dado à interação das células progenitoras com o estroma da medula óssea, os nichos hematopoéticos. Há vários indícios de que o tratamento curativo das doenças da medula óssea necessitaria atingir essa interação e mobilizar as células mais quiescentes. Resultados de microarranjos do nosso grupo de pesquisa identificaram dois genes de particular interesse na fisiopatologia das doenças da medula óssea, os genes hemopoietic cell kinase (HCK) e serine peptidase inhibitor, Kunitz type, 2 (SPINT2), os quais se relacionam com alterações no ambiente tumoral de diferentes tipos de câncer e com a regulação da hematopoese. O HCK, cuja expressão é específicas de células hematopoéticas, mostrou expressão aumentada em células CD34+ de pacientes com SMDs e possivelmente tem participação em processos de transdução de sinal relacionados à auto-renovação indesejada, disfunção da diferenciação e aumento da apoptose nas células hematopoéticas de SMDs. O SPINT2, é um inibidor da produção de HGF, um indutor da produção de SDF-1, o qual está relacionado com angiogenese e apoptose nas SMDs.Esse gene está relacionado a neoplasias sólidas e invasivas, e se mostrou, em nosso estudo, hipoexpresso em células estromais de pacientes com SMDs. Em vista da ausência de dados na literatura, será objetivo deste estudo investigar a função dos genes HCK e SPINT2 na biologia das Síndromes Mielodisplásicas e Leucemia Mielóide Aguda.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROVERSI, FERNANDA MARCONI; CURY, NATHALIA MORENO; LOPES, MATHEUS RODRIGUES; FERRO, KARLA PRISCILA; MACHADO-NETO, JOAO AGOSTINHO; ALVAREZ, MARISA CLAUDIA; DOS SANTOS, GABRIELA PEREIRA; ROSA, RENATA GIARDINI; LONGHINI, ANA LEDA; SANTOS DUARTE, ADRIANA DA SILVA; PERICOLE, FERNANDO VIEIRA; FAVARO, PATRICIA; YUNES, JOSE ANDRES; OLALLA SAAD, SARA TERESINHA. Up-regulation of SPINT2/HAI-2 by Azacytidine in bone marrow mesenchymal stromal cells affects leukemic stem cell survival and adhesion. JOURNAL OF CELLULAR AND MOLECULAR MEDICINE, v. 23, n. 2, p. 1562-1571, FEB 2019. Citações Web of Science: 0.
ROVERSI, FERNANDA MARCONI; PERICOLE, FERNANDO VIEIRA; MACHADO-NETO, JOAO AGOSTINHO; SANTOS DUARTE, ADRIANA DA SILVA; LONGHINI, ANA LEDA; CORROCHER, FLAVIA ADOLFO; PALODETTO, BRUNA; FERRO, KARLA PRISCILA; ROSA, RENATA GIARDINI; BARATTI, MARIANA OZELLO; VERJOVSKI-ALMEIDA, SERGIO; TRAINA, FABIOLA; MOLINARI, ALESSIO; BOTTA, MAURIZIO; OLALLA SAAD, SARA TERESINHA. Hematopoietic cell kinase (HCK) is a potential therapeutic target for dysplastic and leukemic cells due to integration of erythropoietin/PI3K pathway and regulation of erythropoiesis HCK in erythropoietin/PI3K pathway. BIOCHIMICA ET BIOPHYSICA ACTA-MOLECULAR BASIS OF DISEASE, v. 1863, n. 2, p. 450-461, FEB 2017. Citações Web of Science: 3.
ROVERSI, FERNANDA MARCONI; LOPES, MATHEUS RODRIGUES; MACHADO-NETO, JOAO AGOSTINHO; LONGHINI, ANA LEDA F.; SANTOS DUARTE, ADRIANA DA SILVA; BARATTI, MARIANA OZELLO; PALODETTO, BRUNA; CORROCHER, FLAVIA ADOLFO; PERICOLE, FERNANDO VIEIRA; CAMPOS, PAULA DE MELO; FAVARO, PATRICIA; TRAINA, FABIOLA; OLALLA SAAD, SARA TERESINHA. Serine Protease Inhibitor Kunitz-Type 2 Is Downregulated in Myelodysplastic Syndromes and Modulates Cell-Cell Adhesion. STEM CELLS AND DEVELOPMENT, v. 23, n. 10, p. 1109-1120, MAY 15 2014. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.