Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de uma vacina universal contra malária utilizando protocolos de "prime-boost" heterólogo com vetor adenoviral humano do tipo 5 deficiente em replicação expressando epítopos imunodominantes das diferentes formas alélicas do antígeno CS

Processo: 12/11731-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maurício Martins Rodrigues
Beneficiário:Keyna Machado Soares
Instituição-sede: Centro de Terapia Celular e Molecular. Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/15132-4 - Geração e análise da imunogenicidade de proteínas recombinantes baseadas nas diferentes formas do antígeno circumsporozoíta de Plasmodium vivax visando o desenvolvimento de uma vacina universal contra malária, AP.TEM
Assunto(s):Vacinas sintéticas   Plasmodium   Malária

Resumo

O Plasmodium vivax é a segunda espécie mais prevalente causadora de malária no mundo. Dados recentes estimam que ocorram aproximadamente 180-400 milhões de casos anualmente. Nas Américas, o P. vivax é responsável por mais de 70 % dos casos de malária. Medidas de controle ineficientes empregadas atualmente exigem o desenvolvimento de novas estratégias de prevenção como vacinas, novas drogas e novos inseticidas. O projeto tem como principal objetivo avaliar a imunogenicidade de uma vacina universal contra malária causada pelo P. vivax utilizando o protocolo de "prime-boost" heterólogo. A primeira dose será composta por adenovírus recombinante deficiente em replicação de origem humano do tipo 5 (AdHu5) expressando a proteína circumsporozoíta de Plasmodium vivax. Para isso, utilizaremos o adenovírus AdHu5-PvCS contendo o gene sintético da proteína CS de P. vivax que expressa os epítopos imunodominantes das três formas alélicas em fusão num mesmo polipeptídeo. O AdHu5-PvCS será testado para expressão em células de mamífero pela infecção in vitro de células CHO-CAR. Após a validação da expressão do produto transgênico por "immunobloting", estes serão expandidos em células HEK 293 e utilizados em protocolos de vacinação do tipo "prime-boost" heterólogo em camundongos isogênicos. O "prime" será feito pela imunização com o adenovírus e o "boost" será uma combinação das proteínas recombinantes das três variantes de P. vivax. Após as imunizações, os soros dos animais serão coletados para análise da resposta imune humoral.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.