Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da adição de mananoproteínas derivadas da parede celular de leveduras sobre parâmetros imunológicos de cães adultos e idosos.

Processo: 11/17036-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Márcio Antonio Brunetto
Beneficiário:Fernanda Sant Anna Kroll
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Dente canino   Intestinos   Imunidade

Resumo

O mercado de alimentos para animais de companhia vem crescendo juntamente com a busca de alimentos que promovam saúde e bem-estar aos animais. Em cães idosos especialmente, a intervenção nutricional tem por objetivo prolongar e aumentar a qualidade de vida, assim como retardar o aparecimento das disfunções e doenças relacionadas ao envelhecimento. Acredita-se que os benefícios das frações ativas de mananoproteínas (FAM), obtidas a partir da extração e fracionamento da parede celular de leveduras (Saccharomyces cerevisiae), incluam o bloqueio da colonização de bactérias patogênicas, a modulação do sistema imune e a modificação da morfologia intestinal. Este estudo tem por objetivo avaliar os potenciais efeitos imunológicos das FAM sobre cães de diferentes idades. Serão empregadas três dietas isonutritivas com inclusão de 0% de FAM (T0 - controle negativo), 0,04% de FAM (T40) e 0,08% de FAM (T80). Serão utilizados um total de 12 cães da raça beagle, sendo seis cães adultos com idade entre dois a seis anos e seis cães idosos com idade superior a 10 anos. Os tratamentos resultarão da combinação de dois fatores, idade com dois níveis (adultos e idosos) e dieta com três níveis (T0, T40 e T80), gerando seis tratamentos, os quais serão distribuídos em seis blocos, tendo como fator de bloco a repetição experimental. Os dados serão submetidos à análise de variância com medidas repetidas no tempo. Para a quantificação imunofenotípica dos leucócitos sanguíneos e ensaio de fagocitose, cada tratamento será avaliado nos tempos zero, 14 e 28 dias. Para as avaliações hematológicas, bioquímicas, ensaio de proliferação celular, determinação da produção de intermediários reativos do oxigênio e nitrogênio, avaliação da concentração de IgA fecal e teste de hipersensibilidade cutânea tardia, cada tratamento será avaliado nos tempos zero e 28 dias. As diferenças das médias serão comparadas pelo teste F da análise de variância e por contrastes de polinômios ortogonais, avaliados pelo procedimento GLM do programa computacional.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KROLL, F. S. A.; PUTAROV, T. C.; ZAINE, L.; VENTURINI, K. S.; AOKI, C. G.; SANTOS, J. P. F.; PEDRINELLI, V; VENDRAMINI, T. H. A.; BRUNETTO, M. A.; CARCIOFI, A. C. Active fractions of mannoproteins derived from yeast cell wall stimulate innate and acquired immunity of adult and elderly dogs. ANIMAL FEED SCIENCE AND TECHNOLOGY, v. 261, MAR 2020. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
KROLL, Fernanda Sant Anna. Efeitos da adição de mananoproteínas derivadas da parede celular de leveduras sobre parâmetros imunológicos de cães adultos e idosos. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.