Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise das metaloproteinases e seus inibidores na cardiopatia chagásica Crônica:Papel dos miRNAs na sua regulação pós-transcricional

Processo: 12/11483-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Edecio Cunha Neto
Beneficiário:Monique Andrade Baron
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Chagas   Metaloproteinases da matriz   MicroRNAs   Trypanosoma cruzi

Resumo

A Cardiomiopatia Chagásica Crônica (CCC) é uma cardiopatia dilatada inflamatória caracterizada por um intenso remodelamento cardíaco, uma miocardite rica em macrófagos e células T, hipertrofia e fibrose. Essa acomete 20 a 40% dos pacientes infectados com o Trypanosoma cruzi (T.cruzi). Até hoje, não existem marcadores que identifiquem a população de maior risco para o desenvolvimento da CCC, sendo que a sobrevida dos pacientes é mais curta que a de pacientes portadores de cardiopatias dilatadas de etiologia não inflamatória. No processo de remodelamento cardíaco, ocorre uma reestruturação da matriz extracelular (MEC), mediada em grande parte por enzimas do grupo das endoproteinases, as metaloproteinases de matriz (MMPs) e seus inibidores específicos (TIMPs). Já foram descritas 25 MMPs em humanos, sendo que a alteração da expressão e/ou atividade de algumas em particular está relacionada com diferentes condições patológicas que incluem as doenças cardiovasculares. As MMPs e os TIMPS podem ter sua expressão regulada pós-transcricionalmente por microRNAs. Estes são pequenas moléculas de RNA de 22 nucleotídeos que se ligam à seqüências complementares presentes nas regiões 3' não traduzidas (3' UTR) dos RNAs mensageiros (RNAm) específicos, chamados de alvo, levando a clivagem deste último ou inibição da tradução, resultando no silenciamento da expressão gênica. O objetivo geral deste projeto é avaliar o papel das MMPs e TIMPs na doença de Chagas, em amostras de miocárdio de pacientes com CCC. Avaliaremos a expressão das principais MMPs e TIMPs por Real Time PCR, Western blotting e ensaios de imunohistoquímica, assim como estudaremos sua atividade proteolítica pela técnica de Zimografia e dos TIMPs por Zimografia reversa. Após selecionarmos as principais MMPs e TIMPs com expressão e/ou atividade alteradas estudaremos se os miRNAs que se ligam na(s) 3'UTR desta(e)s apresentam um padrão de expressão que se correlaciona ao observado para a (s) MMP(s) e/ou TIMP(s) alvo. Os resultados gerados neste trabalho contribuirão para elucidar o papel das MMPs e TIMPs e dos miRNAs que regulam sua expressão, nos permitindo, no futuro, o desenvolvimento de novas ferramentas diagnósticas, prognósticas e abordagens terapêuticas, a fim de melhorar a qualidade de vida dos pacientes com CCC.