Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da ação antimicrobiana e da liberação de cátions de resinas acrílicas incorporadas com diferentes materiais formulados com prata

Processo: 12/01779-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Luciana Assirati Casemiro
Beneficiário:Ana Paula Calefi
Instituição-sede: Coordenadoria Adjunta de Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Prata   Resinas acrílicas   Prótese dentária   Contaminação   Microbiologia

Resumo

As próteses removíveis parciais e totais atuam como reservatório de microrganismos, que podem favorecer a reinfecção de seus usuários. Esse evento é favorecido, principalmente, pelas próprias características da resina acrílica, como a porosidade, rugosidade e sorção. Atualmente, a incorporação de antimicrobianos nos materiais odontológicos é uma tendência. Diante da possibilidade de incorporação de antimicrobianos nas resinas acrílicas como um meio de combater a adesão e colonização de microrganismos, este trabalho tem como objetivos avaliar: 1) a atividade anti-biofilme de três resinas acrílicas adicionadas com dois aditivos antimicrobianos (zeólito contendo prata e zinco - Irgaguard® B 5000 e fosfato hidrogenado de zircônio, sódio e prata - AlphaSan® R7000) frente a bactérias bucais; 2) a liberação de prata das resinas acrílicas incorporadas com esses aditivos antimicrobianos. Serão avaliadas as resinas acrílicas QC20, SR Ivocap e Onda-Cryl, às quais serão incorporadas os dois antimicrobianos em diferentes porcentagens (0% - controle, 5% e 10%). A avaliação da ação anti-biofilme será realizada com as cepas Streptococcus salivarius ATCC 25975, Streptococcus mutans ATCC 25175, Streptococcus sanguinis ATCC 10556 e Candida albicans ATCC 4082. A avaliação ocorrerá em intervalos de tempo definidos: 4, 8, 12 e 24 horas, em triplicata. Em cada intervalo de tempo, a análise quantitativa de células viáveis será monitorada, sendo o número de unidades formadoras de colônia (UFC) expresso em log10 UFC/mL. Serão calculadas as médias e os respectivos desvios-padrão. A liberação de prata a partir das resinas acrílicas incorporadas com Irgaguard® B5000 e AlphaSan® R7000 será avaliada quantitativamente, por meio de espectroscopia de absorção atômica. Os dados obtidos serão analisados (Anova Two Way, Tukey, 0,05).