Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel da família dos receptores de fatores de crescimento epidérmico no prognóstico de portadores de carcinoma de pênis

Processo: 12/09845-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Fernando Augusto Soares
Beneficiário:Alice Muglia Thomaz da Silva Amancio
Instituição-sede: Hospital A C Camargo. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias dos genitais masculinos   Imuno-histoquímica   Neoplasias penianas

Resumo

O carcinoma peniano (CP) é frequente em países em desenvolvimento como o Brasil e, na presença de metástases nos linfonodos, as opções terapêuticas são restritas. O carcinoma de células escamosas do tipo usual é o mais frequente, e estudos têm demonstrado prognóstico distinto para diferentes variantes. Os tipos verrucosos raramente apresentam metástases, enquanto sarcomatoides e basaloides têm comportamento mais agressivo. Aspectos moleculares do surgimento e progressão destes tumores ainda são pouco explorados, e não há marcadores com papel prognóstico definitivo. A família do receptor de fator de crescimento epidérmico (EGFR), ou família HER, tem expressão aumentada em diversas neoplasias, sendo, por isto, alvo para novas terapias. O gene EGFR é amplamente expresso em tumores penianos, e parece haver benefício clínico para pacientes portadores de CP com o uso de terapia anti-EGFR com anticorpos monoclonais. Frente a isto, este projeto estudará 150 casos de CP buscando elucidar o perfil de coexpressão e localização celular de EGFR e demais membros da família: HER2, HER3 e HER4, uma vez que atuam em dímeros na membrana celular; o grau de fosforilação por western blot; alterações no número de cópias gênicas de EGFR pela técnica de FISH; e a presença mutações nos éxons codificadores do domínio cinase de EGFR (18, 19, 20 e 21) por sequenciamento. Os dados serão correlacionados com variáveis clínicas e patológicas e com sobrevida. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Marcadores moleculares podem orientar terapia para câncer de pênis 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
THOMAZ DA SILVA AMANCIO, ALICE MUGLIA; DA CUNHA, ISABELA WERNECK; NEVES, JOSE IVANILDO; QUETZ, JOSIANE DA SILVA; CARRARO, DIRCE MARIA; ROCHA, RAFAEL MALAGOLI; ZEQUI, STENIO CASSIO; CUBILLA, ANTONIO LEOPOLDO; DA FONSECA, FRANCISCO PAULO; LOPES, ADEMAR; SOCORRO SALDANHA DA CUNHA, MARIA DO PERPETUO; ALVES LIMA, MARCOS VENICIO; VASSALLO, JOSE; GUIMARAES, GUSTAVO CARDOSO; SOARES, FERNANDO AUGUSTO. Epidermal growth factor receptor as an adverse survival predictor in squamous cell carcinoma of the penis. HUMAN PATHOLOGY, v. 61, p. 97-104, MAR 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.