Busca avançada
Ano de início
Entree

Etno-história da formação dè um grupo quéchua dós Andes meridionais bolivianos

Processo: 10/05836-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 29 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Etnologia Indígena
Pesquisador responsável:Mauro William Barbosa de Almeida
Beneficiário:Ricardo Antonio Cavalcanti-Schiel
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/01032-3 - Etnohistória da formação de um grupo quéchua dos Andes meridionais bolivianos, BE.EP.PD
Assunto(s):Etnologia   Índios   Etnohistória   Andes   Quechua   Bolívia

Resumo

Em seu escopo mais imediato, a pesquisa destina-se a reconstituir o processo histórico de formação de um grupo indígena local, de língua quéchua, nos Andes meridionais bolivianos, os Tarabuco. Para tal se recorrerá aos registros documentais existentes em vários fundos sul-americanos e espanhóis, que já foram largamente explorados pelo pesquisador no curso dos últimos quatro anos, mas ainda não exauridos. Não obstante, tal reconstituição, ainda que induzida pelos dados documentais da administração colonial e nacional-republicana, se realiza em confrontação com os marcos simbólicos da lógica cultural nativa; esta já objeto de investigação precedente (doutorado), que produziu uma etnografia Tarabuco. Nesse sentido, a interpretação histórica é sopesada pela projeção dos referentes indígenas de reconhecimento de legitimidade nos atos dos atores locais.Para além desse primeiro horizonte, delineado pelo diálogo teórico implícito entre Etnologia e História, a pesquisa tem como escopo mais amplo, já agora no plano da sua inserção institucional, o estímulo a um diálogo entre os referenciais da produção analítica andinista e os da produção local brasileira, notadamente amazonista, nos campos da Etnologia e da História Indígena. Nesse sentido, a atividade de pesquisa pretende se fazer acompanhar também de atividades de difusão científica e interlocução com grupos de pesquisa já existentes.