Busca avançada
Ano de início
Entree

O fluxo catastrófico em Estorvo e o fluxo dialógico em Benjamim: o espaço da contradição nos romances de Chico Buarque

Processo: 98/04517-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 1998
Vigência (Término): 30 de novembro de 2000
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Suzi Frankl Sperber
Beneficiário:Ravel Giordano Paz
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Literatura contemporânea   Identidade cultural   Pós-modernismo   Ficção (literatura)

Resumo

Nossa proposta tem como finalidade demonstrar, a partir da análise de um corpus específico de autores brasileiros, que a ficção contemporânea mantém sua capacidade de abertura para as contradições - no sentido dialético - do mundo atual. Essa análise contrapõe-se, sobretudo, às formulações de determinados teóricos pós-modernistas, para os quais a identidade do homem contemporâneo "se dissolveu" em meio ao bombardeio de signos midiáticos e publicitários, em meio a um estado de coisas em que "tudo é simulação" (Jean Baudrillard) e, portanto, toda contradição e toda autenticidade tomaram-se impossíveis. Nossa tese é a de que, ao mesmo tempo em que se valem de procedimentos formais para se inserir na "cultura do simulacro", as formas narrativas contemporâneas, enquanto expressões abertas para a realidade e para os anseios humanos, podem revelar a identidade dos indivíduos nela imersos. Nesse contexto, julgamos ser possível demonstrar, valendo-nos sobretudo do estudo de Roberto Schwarz sobre Machado de Assis, Ao vencedor as batatas, que a literatura de um país periférico como o Brasil se situa em uma posição "privilegiada", na medida em que é produzida em meio às contradições mais agudas do capitalismo. Julgamos que a percepção de Schwarz sobre Machado de Assis pode ser, de diferentes formas, aplicada aos autores que compõem nosso corpus. Assim, nosso trabalho envolverá também uma dimensão comparativa entre esses autores brasileiros e algumas obras de determinados escritores europeus e norte-americanos com quem partilham afinidades temáticas e formais, numa perspectiva valorativa da literatura brasileira contemporânea, ao mesmo tempo em que buscará apontar o limites de cada representação. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PAZ, Ravel Giordano. Estações # encruzilhadas : o inferno e o sonho, a musica e o mundo nos romances de Chico Buarque. 2002. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Estudos da Linguagem.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.