Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do programa de tabagismo passivo e treinamento aeróbio sobre a expressão de transportador de glicose e de citocinas inflamatórias em ratos

Processo: 12/06188-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Patricia Monteiro Seraphim
Beneficiário:Lais Regina Rossi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício físico   Tabagismo   Transportador de glucose tipo 4   Fumo   Hábito de fumar   Inflamação   Fisiologia endócrina

Resumo

O hábito de fumar na gestação e na lactação gera malefícios já que o cigarro contém substâncias químicas tóxicas ao feto e ao recém-nascido como a nicotina e o monóxido de carbono. As principais consequências no período puerperal são retardo de crescimento intrauterino e a Síndrome de Morte Súbita Infantil e na lactação proles com baixos pesos corporais devido à concentração de nicotina contida no leite materno que interfere no acúmulo de lipídios durante a gestação. O tabagismo altera o metabolismo celular em vários aspectos e evidências apontam que este pode desencadear um quadro de resistência à insulina e, em longo prazo, Diabetes tipo 2. Dentre as alterações metabólicas mais importantes associadas à resistência à insulina, encontra-se a alteração na quantidade de transportador de glicose GLUT4 disponível na membrana plasmática de tecido muscular e tecido adiposo e a via inflamatória, que possui papel fundamental na resistência à insulina, regulando negativamente a via de sinalização da insulina. Entretanto não estão claras quais as alterações metabólicas que são repassadas à prole de uma mãe tabagista. Por outro lado, a atividade física aparece como um dos fatores que poderia modificar o risco dos indivíduos desenvolverem resistência insulínica e/ou diabetes, uma vez que pode aumentar a expressão da proteína e do RNAm do transportador de glicose GLUT4, estimulando o transporte de glicose por uma via independente da via de sinalização da insulina.Dentro deste contexto, este trabalho tem por objetivo avaliar o efeito do tabagismo e de atividade física sobre a sensibilidade à insulina em músculo gastrocnêmio de ratos oriundos de matrizes fumantes ou não, e expostos à fumaça de cigarro ou não após nascimento, através da quantificação de RNAm do transportador de glicose GLUT4 e avaliação do quadro inflamatório muscular através da expressão de RNAm de TNF-alfa e de IL-10. Para realização do estudo serão utilizadas proles de ratas Wistar submetidas a um programa de tabagismo passivo ou não, as proles serão dividas em 8 grupos: G1CS (prole de mães não fumantes, controle sedentário); G1CN (prole de mães não fumantes, controle natação); G1FS (prole de mães não fumantes, expostos à fumaça de cigarro após o nascimento e sedentários); G1FN (prole de mães não fumantes, expostos à fumaça de cigarro após o nascimento e natação); G2CS (prole de mães fumantes, controle sedentário); G2CN (prole de mães fumantes, controle e natação); G2FS (prole de mães fumantes expostos à fumaça de cigarro após o nascimento e sedentário);G2FN (prole de mães fumantes, expostos à fumaça de cigarro após o nascimento e natação). O protocolo de tabagismo passivo consistirá na exposição de matrizes e dos filhotes dos grupos G1FS, G1FN, G2FS e G2FN à fumaça da combustão de cigarro durante 30 minutos, 2x dia, cinco dias por semana, com 350ppm de CO por exposição, perfazendo 60 dias, o grupo das matrizes e 4 semanas o grupo dos filhotes. Os animais dos grupos G1CN, G1FN, G2CN e G2FN serão submetidos a um protocolo de atividade física na água 5x por semana durante 6 semanas. Para a avaliação da expressão dos genes será removido sob anestesia o músculo gastrocnêmio do GLUT4, TNF-alfa e IL-10 será utilizada a técnica de RT-PCR. A avaliação estatística dos resultados será feita através da comparação das médias, utilizando o Teste ANOVA two-way, paramétrico, com pós-teste quando necessário (Tukey ou Student-Newman-Keuls). As diferenças entre os grupos serão consideradas significantes quando o valor de P for menor que 0,05.