Busca avançada
Ano de início
Entree

Aprisionamento ótico de nanomateriais para caracterização espectroscópica do início da precipitação de asfaltenos em óleos vivos

Processo: 12/14895-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:René Alfonso Nome Silva
Beneficiário:Gabriel Ferreira Setti
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Microscopia   Espectroscopia

Resumo

O projeto de Iniciação Científica consiste do desenvolvimento de montagens de aprisionamento ótico para a caracterização de asfaltenos in situ dentro de celas de alta pressão sob fluxo. Inicialmente, serão realizados estudos acerca da técnica de aprisionamento ótico, juntamente com cálculos teóricos da eficiência da pinça em função de propriedades do laser (intensidade, comprimento de onda, focalização da luz) bem como propriedades da amostra (viscosidade, turbidez e opacidade, tamanho da partícula). Em seguida, o instrumento de aprisionamento unidirecional será implementado em espaço livre e dentro de fibras óticas, juntamente com sua caracterização para aprisionamento em solução. A ênfase nesta etapa do trabalho será no aprisionamento de micropartículas. A pinça ótica bidirecional será implementada para realizar aprisionamento de nanopartículas, uma vez que este é o regime em que se espera obter informações acerca de asfaltenos antes da precipitação. Esta etapa será realizada tanto por microscopia como dentro de fibras óticas. Serão explorados vários tipos de nanopartículas, a fim de caracterizar o efeito da polarizabilidade complexa sobre a qualidade do aprisionamento.Na segunda metade do projeto, o instrumento será adaptado para realização de medidas dentro da cela de alta pressão. Também serão realizados testes iniciais com asfaltenos em suspensão e, finalmente, amostras de óleos vivos. Estes experimentos serão realizados em função de pressão, temperatura e composição química da amostra.