Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos de indução da regeneração retiniana

Processo: 12/06268-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 18 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Dania Emi Hamassaki
Beneficiário:Carolina Beltrame Del Debbio
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Corpo ciliar   Retina   Visão   Regeneração (fenômenos biológicos)

Resumo

A degeneração retiniana, seja ela adquirida ou hereditária, é a maior causa de perda visual e cegueira. Apesar da disponibilidade de tratamentos clínicos, estas degenerações são irreversíveis e incuráveis, gerando a necessidade do desenvolvimento de uma terapia regenerativa celular efetiva. Este projeto tem como principal objetivo promover, in situ, a reprogramação de células progenitoras da retina de mamíferos localizadas no Corpo Ciliar (CC), transformando-as em células pluripotentes induzidas (induced pluripotent stem cells - iPS). Para isso, será avaliada, primeiramente, a presença da maquinaria de reprogramação (expressão de genes indicadores de pluripotência: c-Myc, Oct3/4, Sox2 e Klf4, dentre outros), antes e após injeções intraoculares de fatores de crescimento. A expressão e distribuição destes fatores serão avaliadas (localização e quantificação) nas células de animais adultos por meio de imunoistoquímica, Western Blot e PCR. O próximo passo consistirá na identificação e manipulação farmacológica de possíveis mecanismos envolvidos no controle da reprogramação das células do CC, incluindo: 1) Mecanismos epigenéticos, onde será realizada análise da expressão de metiltransferases (DNMT); efeito de injeções intraoculares de inibidores da DNA metiltranferases; e expressão de micro RNAs (miRNA); e 2) Influência da via de TGF², por intermédio de manipulação intraocular do Composto C, agente químico inibidor dos receptores do tipo I e II, além de activina e BMP. Este estudo deve contribuir para uma melhor compreensão sobre as indução de células iPS in vivo, visando uma plausível terapia regenerativa retiniana independente de transplante. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Una investigación apunta hacia un nuevo abordaje para la reparación de la retina 
Pesquisa busca nova abordagem para reparo da retina