Busca avançada
Ano de início
Entree

Estabelecimento de modelo de tumores de células germinativas em testículos de ratos Sprague-Dawley

Processo: 12/09873-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 06 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:João Lauro Viana de Camargo
Beneficiário:Merielen Garcia Nascimento e Pontes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Criptorquidismo   Orquidopexia   Ratos Sprague-Dawley

Resumo

Os tumores de células germinativas testiculares (TTCG) representam mais de 90% dos tumores testiculares no homem e a sua incidência mundial tem aumentado, inclusive no Brasil. Suas causas imediatas não são conhecidas, porém, o criptorquidismo ocorre em 10% dos casos. Não existe um modelo experimental que permita a avaliação da história natural dos TTCG, de modo que o objetivo deste projeto é estabelecer este modelo em ratos Sprague-Dawley. A influência de fatores exógenos no aparecimento dos TTCG torna-se cada vez mais evidente. Atenção especial tem sido dada às substâncias desreguladoras endócrinas como a acrilamida e os ftalatos. Além deles, o quimioterápico ciclofosfamida tem reconhecida ação genotóxica para células germinativas de humanos e de rato e pode ser ferramenta útil no estudo da carcinogênese testicular. Ratas prenhas serão alternativamente expostas via oral a ciclofosfamida, ao ftalato DBP e a acrilamida (5.0, 500.0 e 10.0 mg/kg/dia, respectivamente) durante os períodos gestacional (gavage) e lactacional (ração). Após indução cirúrgica do criptorquidismo e orquidopexia a prole masculina continuará recebendo os xenobióticos, via ração, nas mesmas concentrações que suas progenitoras, por 10, 25 e 52 semanas. Em momentos variados após as cirurgias, esses animais terão avaliados o perfil hormonal sérico (FSH, LH e ²-HCG), as morfologias do testículo, próstata, vesícula seminal, hipófise e fígado e o perfil imunohistoquímico dos testículos (OCT3/4, DAZL, BrdU, caspase-3, PLAP, c-KIT, vimentina e citoqueratina). Células de seminoma humano mantidas em cultura, TCam-2, e células germinativas testiculares de ratos expostos ao DBP por 25 e 52 semanas serão co mparadas quanto ao seu perfil de expressão gênica com auxílio da técnica de qRT-PCR. Esta análise molécular objetiva verificar se células de animais submetidas ao protocolo experimental desenvolverem o mesmo perfil de expressão gênica que os tumores humanos de células germinativas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUZA, N. P.; FERRAGUT CARDOSO, A. P.; GOMIDE, L. M. M.; LIMA, T. R. R.; MIOT, H. A.; MARTINO-ANDRADE, A. J.; ARNOLD, L. L.; PENNINGTON, K. L.; COHEN, S. M.; DE CAMARGO, J. L. V.; NASCIMENTO E PONTES, M. G. Experimental cryptorchidism enhances testicular susceptibility to dibutyl phthalate or acrylamide in Sprague-Dawley rats. HUMAN & EXPERIMENTAL TOXICOLOGY, v. 38, n. 8, p. 899-913, AUG 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.