Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da porcentagem de colágeno e do índice de fragmentação miofibrilar no músculo Pectoralis major e no complexo coxa/sobrecoxa de frangos de corte provenientes de diferentes sistemas de criação

Processo: 12/16324-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Hirasilva Borba
Beneficiário:Rodrigo Alves de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/10276-0 - Características qualitativas da carne de frango de corte provenientes de diferentes sistemas de criação, AP.R

Resumo

A manutenção e crescimento brasileiro no setor avícola mundial, e principalmente no mercado de carne de frango, consiste na excelência de todo o setor. Isto envolve estudos e desenvolvimento com linhagens, genética, nutrição, sistemas de criação, dentre outros, que proporcionem o fornecimento de produtos com padrões de qualidade estáveis, que garantam a segurança e satisfação do consumidor. Assim, o objetivo do proposto será comparar a porcentagem de colágeno e o índice de fragmentação miofibrilar de dois músculos de frangos de corte provenientes de diferentes sistemas de criação, bem como avaliação do comportamento destes cortes resfriados e congelados armazenados por diferentes períodos. Serão coletadas carcaças inteiras embaladas, resfriadas e/ou congeladas (em túnel de congelamento, T0 de -240C) e armazenadas em freezer a -180 C .Serão avaliadas no músculo Pectoralis major e no complexo coxa/sobrecoxa o índice de fragmentação miofibrilar e o colágeno total e termosolúvel nas carcaças refrigeradas e em todos os períodos de armazenamento. Será utilizado um DIC em esquema fatorial 3x4+1, sendo três categorias de frango (frango convencional, frango orgânico e frango tipo "caipira") e quatro períodos de armazenamento sob congelamento (3, 6, 9 e 12 meses) e testemunhas (carcaças refrigeradas, ou seja, analisadas no dia do abate após o resfriamento e rigor mortis), com 20 repetições cada. Os resultados obtidos serão submetidos à análise de variância, utilizando o GLM Procedure do sistema operacional SAS (1999) e as médias dos resultados obtidos foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância.