Busca avançada
Ano de início
Entree

Pequenos mamíferos não voadores da Estação Ecológica de Bananal: análises moleculares

Processo: 12/15928-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 12 de novembro de 2012
Vigência (Término): 11 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Alexandre Reis Percequillo
Beneficiário:Edson Fiedler de Abreu Júnior
Supervisor no Exterior: Sharon A. Jansa
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Minnesota (U of M), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:10/14633-7 - Pequenos mamíferos não-voadores da Estação Ecológica de Bananal: diversidade e história natural, BP.MS
Assunto(s):Filogeografia   Rodentia   Mammalia

Resumo

O grupo dos pequenos mamíferos não voadores, formado por marsupiais e pequenos roedores, é o grupo ecológico mais diversificado de mamíferos nas florestas Neotropicais. Na Floresta Atlântica representam mais de um terço da diversidade de mamíferos, com cerca de 105 espécies em 298. Porém, o conhecimento biogeográfico e taxonômico de alguns representantes do grupo no Bioma ainda é deficiente, principalmente quando se trata de gêneros complexos e tradicionalmente confusos, com espécies mal definidas ou espécies crípticas. Para estes, os avanços metodológicos em biologia molecular nas últimas décadas têm sido de grande valia, auxiliando na resolução de muitos dos problemas, principalmente quando associados a análises morfológicas de espécimes depositados em coleções. Desta forma, o objetivo central deste estágio de pesquisa é o aprendizado e aplicação de métodos moleculares com duas finalidades: primeira, identificar através de análises moleculares (i. d. DNA Barcoding) os táxons que não puderam ser definidos apenas por análises morfológicas; e segunda, realizar análises filogeográficas com uma espécie de roedor (Euryoryzomys russatus) e um gênero de marsupial (Marmosops), que apresentam ampla distribuição na Floresta Atlântica, buscando revelar os padrões de estruturação genética e compará-los com os padrões propostos na literatura para diferentes espécies de vertebrados e com os modelos biogeográficos da Floresta Atlântica. (AU)