Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos no metabolismo lipídico e na composição de ácidos graxos plasmáticos e teciduais de animais tratados com hesperidina antes e após hidrólise enzimática

Processo: 12/11050-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2013
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Patrícia de Oliveira Carvalho
Beneficiário:Verônica Trícoli de Souza
Instituição-sede: Universidade São Francisco (USF). Campus Bragança Paulista. Bragança Paulista , SP, Brasil
Assunto(s):Hidrólise enzimática   Flavonoides   Hesperidina   Ácidos graxos

Resumo

A hesperidina, um flavonóide glicosilado, encontrada em grandes quantidades na laranja, apresenta propriedades antioxidantes, antinflamatórias, imunomodulatórias, entre outras. Estudos recentes apontam que a principal limitação na biodisponibilidade dos flavonóides glicosilados é relativa à sua capacidade de absorção no lúmen intestinal. A hidrólise enzimática com liberação total ou parcial da fração glicosídica é capaz de gerar compostos mais simples e de maior absorção. No presente estudo pretende-se avaliar comparativamente os efeitos no metabolismo lipídico e composição de ácidos graxos plasmáticos e teciduais de ratos tratados com hesperidina antes e após hidrólise enzimática com hesperidinase. Para os ensaios in vivo, a hesperidina (1mmol eq hesperidina/Kg de peso do animal), antes e após tratamento enzimático, será administrada oralmente, por gavage a ratos Wistar machos durante 30 dias. Após coleta de sangue, os lípides do plasma, eritrócitos e dos tecidos (fígado, pele, cérebro e pulmão) serão extraídos com clorofórmio e metanol e a composição de ácidos graxos avaliada por cromatografia à gás. A composição de ácidos graxos será avaliada também após separação dos fosfolípides por cromatografia em fase sólida (SPE). Além disto, o efeito do tratamento enzimático na atividade antioxidante e no metabolismo lipídico será avaliado quantificando o malondialdeído (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico-TBARS), lípides totais e lipoproteínas plasmáticas. A presente proposta pretende contribuir para o entendimento da ação antioxidante da hesperidina e de seus derivados hidrolisados assim como na elucidação dos efeitos em relação à estrutura deste flavonóide (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUZA, VERONICA TRICOLI; DINI DE FRANCO, ELIDA PAULA; MELO BRANCO DE ARAUJO, MARIA ELISA; FERNANDES MESSIAS, MARCIA CRISTINA; MARINHO PRIVIERO, FERNANDA BRUSCHI; FRANKLAND SAWAYA, ALEXANDRA C. H.; CARVALHO, PATRICIA DE OLIVEIRA. Characterization of the antioxidant activity of aglycone and glycosylated derivatives of hesperetin: an in vitro and in vivo study. JOURNAL OF MOLECULAR RECOGNITION, v. 29, n. 2, p. 80-87, FEB 2016. Citações Web of Science: 15.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.