Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencialização de inibidores da recaptura de serotonina com N-acetilcisteína no tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo resistente: um estudo duplo-cego controlado

Processo: 12/14070-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Roseli Gedanke Shavitt
Beneficiário:Daniel Lucas da Conceição Costa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transtorno obsessivo-compulsivo   Glutamatos

Resumo

O transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) apresenta prevalência ao longo da vida em torno de 3% e associa-se a importantes prejuízos sociais, profissionais, acadêmicos e familiares. Os inibidores da recaptura de serotonina (IRS) são o tratamento farmacológico de primeira escolha para o TOC. No entanto, uma parcela significativa dos pacientes com TOC não responde satisfatoriamente ao tratamento com IRS. O riluzole é um agente anti-glutamatérgico que foi associado à melhora dos sintomas do TOC em um estudo aberto de potencialização de IRS. A partir desse resultado positivo, foi levantada a hipótese de que outros agentes com efeito sobre o sistema glutamatérgico poderiam potencializar o efeito dos IRS em pacientes com TOC resistentes à monoterapia com IRSs. O objetivo principal deste estudo é determinar, por meio de um ensaio clínico randomizado, duplo-cego, controlado com placebo, se a N-Acetilcisteína (NAC), uma droga com efeito anti-glutamatérgico, é eficaz como agente de potencialização de IRSs no tratamento do TOC resistente. O desfecho primário será a redução dos escores iniciais da Yale Brown Obsessive-Compulsive Scale (Y-BOCS). Quarenta pacientes com TOC constituirão a amostra e serão tratados ambulatorialmente. Metade deles receberá tratamento de potencialização de um IRS com NAC e a outra metade receberá placebo em associação ao IRS em uso. A hipótese do estudo é que o tratamento com NAC seja eficaz na redução dos sintomas do TOC, medidos pela Yale Brown Obsessive-Compulsive Scale (Y-BOCS), após 16 semanas de seguimento. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA CONCEICAO COSTA, DANIEL L.; BARBOSA, VERONICA S.; REQUENA, GUARACI; SHAVITT, ROSELI G.; PEREIRA, CARLOS A. DE BRAGANCA; DINIZ, JULIANA B. Dissecting the Yale-Brown Obsessive-Compulsive Scale severity scale to understand the routes for symptomatic improvement in obsessive-compulsive disorder. JOURNAL OF PSYCHOPHARMACOLOGY, v. 31, n. 10, p. 1312-1322, OCT 2017. Citações Web of Science: 0.
COSTA, DANIEL L. C.; DINIZ, JULIANA B.; REQUENA, GUARACI; JOAQUIM, MARINES A.; PITTENGER, CHRISTOPHER; BLOCH, MICHAEL H.; MIGUEL, EURIPEDES C.; SHAVITT, ROSELI G. Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Trial of N-Acetylcysteine Augmentation for Treatment-Resistant Obsessive-Compulsive Disorder. JOURNAL OF CLINICAL PSYCHIATRY, v. 78, n. 7, p. E766+, JUL-AUG 2017. Citações Web of Science: 19.
DA CONCEICAO COSTA, DANIEL LUCAS; SHAVITT, ROSELI GEDANKE; CASTRO CESAR, RAONY CASSAB; JOAQUIM, MARINES ALVES; BORCATO, SONIA; VALERIO, CAROLINA; MIGUEL, EURIPEDES CONSTANTINO; DINIZ, JULIANA BELO. Can early improvement be an indicator of treatment response in obsessive-compulsive disorder? Implications for early-treatment decision-making. JOURNAL OF PSYCHIATRIC RESEARCH, v. 47, n. 11, p. 1700-1707, NOV 2013. Citações Web of Science: 13.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
COSTA, Daniel Lucas da Conceição. Potencialização de inibidores da recaptura de serotonina com N-acetilcisteína no tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo resistente: estudo duplo-cego e controlado. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.