Busca avançada
Ano de início
Entree

Consumo de carnes e aminas heterocíclicas e sua relação com biomarcadores de exposição e suscetibilidade para câncer no estudo ISA-Capital

Processo: 12/10965-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Dirce Maria Lobo Marchioni
Beneficiário:Aline Martins de Carvalho
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/04607-0 - Relação entre consumo de carne e aminas heterocíclicas e marcadores bioquímicos e genéticos, BE.EP.DR
Assunto(s):Consumo de alimentos   Carnes e derivados   Biomarcadores   Aminas   Suscetibilidade a doenças

Resumo

O alto consumo de carne, principalmente vermelha e processada, tem sido relacionado com aumento de risco para câncer. Uma das explicações para a carne estar associada ao câncer são os métodos de preparo culinário, que acarretam na formação aminas heterocíclicas dentro do nosso organismo, que podem gerar substâncias reativas, ligadas ao estresse oxidativo e dano ao DNA ao serem metabolizadas. Entretanto, os indivíduos apresentam respostas diferentes à mesma exposição dietética, podendo ter diferentes níveis de risco ou benefício com a mesma ingestão de alimentos. Os fatores genéticos podem ser uma das causas dessa variação interpessoal. Assim, o objetivo do estudo é investigar a relação entre o consumo de carnes e aminas heterocíclicas com biomarcadores de exposição ao câncer (adutos de DNA e malondialdeído), considerando os marcadores de suscetibilidade (polimorfismos genéticos) e fatores sociais, demográficos e de estilo de vida em residentes do Município de São Paulo. O estudo será transversal, de base populacional, por meio de inquéritos e coleta de amostra de sangue. Os dados de ingestão alimentar serão analisados a partir de recordatórios alimentares de 24 horas e questionário de frequência alimentar. A extração do DNA ocorrerá pelo método por sal, com o auxílio do espectrofotômetro para quantificação. A genotipagem dos polimorfismos será realizada utilizando a técnica PCR-alelo específico. Para avaliar a exposição ao câncer serão analisados o malondialdeído e os adutos de DNA. A análise estatística será por Modelos Lineares Generalizados no STATA®. Em todas as análises estatísticas, será considerado o nível de significância de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE CARVALHO, ALINE MARTINS; FALCAO DE OLIVEIRA, ANTONIO ANAX; DE MELO LOUREIRO, ANA PAULA; FIGARO GATTAS, GILKA JORGE; FISBERG, REGINA MARA; MARCHIONI, DIRCE MARIA. Arginine intake is associated with oxidative stress in a general population. NUTRITION, v. 33, p. 211-215, JAN 2017. Citações Web of Science: 3.
DE CARVALHO, ALINE MARTINS; FERREIRA CARIOCA, ANTONIO AUGUSTO; FISBERG, REGINA MARA; QI, LU; MARCHIONI, DIRCE MARIA. Joint association of fruit, vegetable, and heterocyclic amine intake with DNA damage levels in a general population. NUTRITION, v. 32, n. 2, p. 260-264, FEB 2016. Citações Web of Science: 4.
CARVALHO, A. M.; MIRANDA, A. M.; SANTOS, F. A.; LOUREIRO, A. P. M.; FISBERG, R. M.; MARCHIONI, D. M. High intake of heterocyclic amines from meat is associated with oxidative stress. BRITISH JOURNAL OF NUTRITION, v. 113, n. 8, p. 1301-1307, APR 28 2015. Citações Web of Science: 13.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARVALHO, Aline Martins de. Consumo de carnes e aminas heterocíclicas como fatores de risco para câncer. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.