Busca avançada
Ano de início
Entree

Incorporando dados espaciais vagos em data warehouses geográficos: a proposta do tipo abstrato de dados VagueGeometry

Processo: 12/12299-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Ricardo Rodrigues Ciferri
Beneficiário:Anderson Chaves Carniel
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/19633-3 - Avaliação experimental de tipos abstratos de dados para manipular dados espaciais vagos em data warehouses geográficos, BE.EP.MS
Assunto(s):Banco de dados   Armazenamento

Resumo

Um data warehouse é uma solução para a organização e o armazenamento de dados relacionados à tomada de decisão estratégica em empresas, constituindo um banco de dados histórico, volumoso, orientado à assunto e não volátil. Um data warehouse geográfico (DWG) adicionalmente armazena dados espaciais como atributos em tabelas de dimensão ou como medidas em tabelas de fatos, ou seja, armazena dados representados por meio de geometrias. Enquanto os dados espaciais armazenados atualmente em DWGs são crisp, ou seja, possuem localização exata no espaço e fronteiras bem definidas, aplicações geográficas mais modernas demandam o armazenamento de dados espaciais vagos, os quais possuem localização inexata e fronteiras incertas. Este projeto de mestrado tem por objetivo incorporar dados espaciais vagos em DWGs. Mais especificamente, almeja-se propor e implementar um novo tipo de abstrato de dado (TAD), denominado VagueGeometry, para representar dados espaciais vagos em um Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) espacial baseado no modelo relacional. A proposta do TAD VagueGeometry engloba a proposta de uma forma de armazenamento interna para os dados espaciais vagos, os quais são complexos e podem possuir diversas partes disjuntas, além de modificações na camada de processamento de consultas espaciais do SGBD PostgreSQL/PostGIS para permitir o tratamento de relacionamentos topológicos envolvendo dados espaciais vagos. Também pretende-se investigar extensões na linguagem SQL para incorporar operadores topológicos específicos para tratar dados espaciais vagos. Apesar de já existirem alguns trabalhos na literatura que implementem dados espaciais vagos, esses trabalhos apresentam diversas limitações, como o fato de somente reusar estruturas espaciais exatas já existentes ao invés de propor um TAD específico, além de apresentarem problemas de desempenho no processamento de consultas analíticas com predicados espaciais vagos. O trabalho a ser desenvolvido neste projeto de mestrado, portanto, avança no estado da arte em DWGs de forma a preencher essa lacuna existente na literatura.