Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da duração do período de eclosão sobre a qualidade dos pintos e seu desempenho frente ou não a estresse térmico

Processo: 12/14428-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Isabel Cristina Boleli
Beneficiário:João Batista Matos Junior
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/23665-0 - Efeito da duração do período de eclosão sobre a qualidade dos pintos e seu desempenho frente ou não a estresse térmico, BE.EP.DR
Assunto(s):Termotolerância   Frangos   Estresse térmico

Resumo

No presente estudo será investigado o efeito da duração do período de eclosão sobre a qualidade dos pintos e seu desempenho frente ou não ao estresse térmico. Para isso, serão realizados 3 experimentos. No experimento 1, ovos férteis de frangos de corte (Cobb®) serão incubados a 37,5°C e 60% UR até o 12°dia. A partir do 13° dia de incubação até a eclosão, duas incubadoras serão mantidas a 37,5°C e duas incubadoras terão sua temperatura elevada para 39,0°C. Nas fases pré e pós-incubação serão avaliadas as características das cascas dos ovos, e, na eclosão das aves serão avaliadas a qualidade dos pintainhos, a duração da incubação, e as características sanguíneas e pulmonares dos pintainhos. Nos experimentos 2 e 3, a incubação será realizada como no experimento 1. No experimento 2, após a eclosão, será determinada a zona de termoneutralidade das aves de acordo com a temperatura de incubação (37,5°C e 39°C), que constará de um teste de preferência térmica e um desafio térmico, os quais serão realizados no 1o, 7o, 14o, 21o, 28o e 35o dia de vida e nos dias subsequentes, respectivamente. No experimento 3, logo após a eclosão, os pintainhos de cada tratamento de incubação (37,5ºC e 39ºC) serão colocados em câmaras climáticas com ambiente controlado e mantidos a três diferentes temperaturas: termoneutra recomendada para a linhagem, preferência térmica (determinada a partir dos dados do experimento 2) e quente em relação à preferência térmica. Aos 42 dias de idade serão analisadas as características de desempenho, rendimento de carcaça, sangue, qualidade da carne e a hipertrofia e hiperplasia das fibras musculares. Os dados serão verificados, quanto à de presença de dados discrepantes, de normalidade dos erros (teste Cramer-Von-Mises) e homogeneidade de variâncias (teste de Levene). Após constatado o atendimento às pressuposições do modelo, os dados serão submetidos à análise de variância, por meio do programa SAS® e, em caso de diferença significativa, será aplicado o teste de Tukey (5%), para comparação de médias.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MATOS JUNIOR, JOAO BATISTA; VICENTINI, TAMIRIS IARA; ALMEIDA, AYLA ROSA; MORITA, VIVIANE DE SOUZA; SGAVIOLI, SARAH; BOLELI, ISABEL CRISTINA. Hatching phase influences thermal preference of broilers throughout rearing. PLoS One, v. 15, n. 7 JUL 6 2020. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JUNIOR, João Batista Matos. Duração da eclosão e temperatura de incubação sobre a qualidade dos pintos, seu desempenho e qualidade de carne. 2016. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.