Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão de receptores Toll no carcinoma de glândula mamária em gatas - correlação com citocinas e infiltrado inflamatório local

Processo: 12/14623-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Gisele Fabrino Machado
Beneficiário:Augusto Schweigert
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária (FMVA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias   Felidae   Inflamação

Resumo

ResumoO infiltrado inflamatório é um fenômeno constante presente no desenvolvimento tumoral. Um inflamatório inflamatório, composto por linfócitos T e macrófagos, podem contribuir para o crescimento tumoral e metástase. Além do infiltrado inflamatório, as células neoplásicas são capazes de expressar receptores, como os receptores do tipo toll, que modulam a resposta inflamatória local e sistêmica por meio da liberação de citocinas e quimiocinas que modulam o recrutamento de células inflamatórias, o crescimento e proliferação celular, podendo assim, contribuir para a progressão tumoral. Sendo assim, o objetivo principal da presente proposta é avaliar a expressão gênica dos receptores toll no carcinoma de glândula mamária em gatas, assim como avaliar o perfil de expressão de citocinas pro-inflamatórias e correlaciona-los com as diferentes classificações e graduações dos tumores mamários bem como ao infiltrado inflamatório de linfócitos T e macrófagos por meio da imuno-histoquímica. Para isto, serão colhidas ao menos 20 amostras de tumores mamários em gatas. As amostras serão armazenadas em formol tamponado 10%, solução preservadora de RNA e a fresco, congeladas em freezer menos 80 graus para a preservação do DNA gnômico e do RNA das amostras. Estas amostras serão processadas para a avaliação histopatológica de acordo com procedimento padrão e submetidas a avaliação da expressão genica dos receptores toll e citocinas por meio da qPCR. Desta forma espera-se compreender de melhor forma o papel da inflamação na patogênese tumoral em gatas com neoplasia de mama.