Busca avançada
Ano de início
Entree

Células de cafeeiro em suspensão exposta ao níquel

Processo: 11/22245-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:José Laércio Favarin
Beneficiário:Tiago Tezotto
Supervisor no Exterior: Joseph Carmine Polacco
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Missouri, Columbia (UM), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/05928-6 - Nutrição do cafeeiro com níquel e sua interação com o metabolismo do nitrogênio e senescência, BP.DR
Assunto(s):Urease

Resumo

O níquel (Ni) tem sido considerado como micronutriente essencial de plantas por ser constituinte do sítio ativo da enzima urease, que hidrolisa a uréia em amônia e bicarbonato. A urease é proteína abundante em sementes de algumas espécies de plantas e também é encontrada em níveis baixos em tecidos vegetativos de muitas, se não todas, as plantas. A deficiência desta enzima leva ao acúmulo de uréia e subseqüente formação de lesões necróticas nas folhas. Esta dependência da urease em relação ao Ni indica que esse elemento é um micronutriente essencial pelo menos nas condições em que a uréia é a fonte principal de N, seja aplicada como fertilizante ou liberada durante a mobilização do N armazenado principalmente como arginina. O Ni pode ser remobilizado entre os órgãos das plantas, o que pode uma característica desejável quando há demanda para a atividade da urease, que é particularmente o caso das plantas fertilizadas com uréia. No projeto de tese é previsto o estudo do papel do Ni em plantas e esta solicitação é para se estudar este elemento em células em suspensão de cafeeiro o efeito da exposição de Ni na ativação e atividade da proteína urease cultivadas com diferentes formas de nitrogênio (N-NO3-, N-NH4+ e N-uréia). O supervisor do laboratório que nos receberá nos Estados Unidos, o Dr. Joseph Polacco, é a maior autoridade mundial no metabolismo de uréia/urease em plantas e nos recebeu com grande interesse, pois os dados recentes obtidos em café mostram que se trata de uma cultura completamente diferente de outras que ele trabalhou até o momento. Na verdade, quase tudo que se conhece em urease x Ni foi obtido de soja. A ida ao seu laboratório não só permitirá o desenvolvimento da pesquisa em si, mas um grande enriquecimento na minha formação acadêmica, e selará uma colaboração que se iniciou recentemente, com o envio de uma revisão para uma enciclopédia da Elsevier (Encyclopedia of Metalloproteins) e uma revisão para Plant Science. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TEZOTTO, TIAGO; RIBEIRO SOUZA, SARAH CAROLINE; MIHAIL, JEANNE; FAVARIN, JOSE LAERCIO; MAZZAFERA, PAULO; BILYEU, KRISTIN; POLACCO, JOE CARMINE. Deletion of the single UreG urease activation gene in soybean NIL lines: characterization and pleiotropic effects. THEORETICAL AND EXPERIMENTAL PLANT PHYSIOLOGY, v. 28, n. 3, p. 307-320, SEP 2016. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.