Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da segurança in vitro e in vivo de uma formulação cosmética contendo óleo de café

Processo: 12/02569-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 31 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos
Beneficiário:Tais Aleriana Lucon Wagemaker
Supervisor no Exterior: Luis António Monteiro Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Portugal  
Vinculado à bolsa:09/14031-0 - Aplicação do óleo de café em formulações cosméticas: avaliação da estabilidade e da eficácia fotoprotetora, BP.DR
Assunto(s):Cultura de células

Resumo

O óleo de café é uma complexa mistura de substâncias cujos principais expoentes são ácidos graxos essenciais, em especial o ácido linoleico. Por este motivo, esse óleo tem sido amplamente utilizado como emoliente, promovendo a hidratação da pele. Além disso, de acordo com resultados obtidos por nosso grupo de pesquisa em um estudo pré-clínico "in vivo", o óleo de café veiculado em formulações cosméticas mostrou ação fotoprotetora por redução do número de células de queimadura solar após a irradiação com luz ultravioleta. Atualmente, os órgãos regulatórios de saúde em nível mundial, tem priorizado a utilização de métodos alternativos ao uso de animais em estudos de segurança e eficácia, visto que até 2013, os métodos "in vivo" serão proibidos em tais estudos para produtos cosméticos. Nesse sentido, os métodos desenvolvidos com cultura de células tem se apresentado como ferramentas fundamentais para realização de pesquisas com novos ativos e formulações cosméticas visando minimizar custo e tempo, evitando experimentos com animais de experimentação e obtendo dados relevantes para realização de estudos clínicos. Considerando as propriedades anteriormente mencionadas do óleo de café e, pelos ensaios de segurança em cultura de células serem um método alternativo para a realização de estudos ainda mais completos pelo nosso grupo de pesquisa, acredita-se que as propriedades presentes nesse óleo, quando veiculado em altas concentrações em uma formulação cosmética, poderiam ser melhor investigadas por meio da aplicação da referida formulação em cultura de célula. Diante do exposto, pretende-se realizar experimentos que comprovem a segurança da formulação desenvolvida em parceria com a Universidade Lusófona em Lisboa, Portugal para complementação dos experimentos propostos no doutorado, o que, possibilitará a obtenção de resultados mais conclusivos bem como, um maior número de publicações. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
WAGEMAKER, TAIS A. L.; MAIA CAMPOS, PATRICIA M. B. G.; FERNANDES, ANA SOFIA; RIJO, PATRICIA; NICOLAI, MARISA; ROBERTO, AMILCAR; ROSADO, CATARINA; REIS, CATARINA; RODRIGUES, LUIS M.; LIMONTA CARVALHO, CASSIA REGINA; MAIA, NILSON BORLINA; GUERREIRO FILHO, OLIVEIRO. Unsaponifiable matter from oil of green coffee beans: cosmetic properties and safety evaluation. DRUG DEVELOPMENT AND INDUSTRIAL PHARMACY, v. 42, n. 10, p. 1695-1699, 2016. Citações Web of Science: 3.
WAGEMAKER, T. A. L.; RIJO, P.; RODRIGUES, L. M.; MAIA CAMPOS, P. M. B. G.; FERNANDES, A. S.; ROSADO, C. Integrated approach in the assessment of skin compatibility of cosmetic formulations with green coffee oil. International Journal of Cosmetic Science, v. 37, n. 5, p. 506-510, OCT 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.