Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos e mediadores que estão associados com condições catabólicas no prejuízo funcional da célula satélite: papel dos glicocorticóides

Processo: 12/03142-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Nestor Schor
Beneficiário:Kleiton Augusto dos Santos Silva
Supervisor no Exterior: William E. Mitch
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Baylor College of Medicine, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/20109-1 - Influência do treinamento físico resistido prévio na via de sinalização da mTOR renal e muscular em ratos com diabetes experimental, BP.DR
Assunto(s):Atrofia muscular

Resumo

Doença Renal Crônica (DRC) e Diabetes Mellitus (DM) têm sido consideradas doenças epidêmicas caracterizadas por anormalidades metabólicas e associadas a complicações cardiovasculares e renais. Essas condições catabólicas aceleram a degradação protéica muscular pela ativação da caspase-3 e do sistema ubiquitina proteasoma (SUP). Vários estudos demonstram que o acúmulo de um fragmento de actina de 14kD nos músculos de animais com acelerada degradação protéica é devido a condições como DM, DRC, acidose, angiotensina II e resistência a insulina. Um tipo de célula tronco presente nos músculos é conhecida como célula satélite. Após lesão muscular como no treinamento resistido, as células satélites são ativadas e expressam fatores de transcrição como MyoD e miogenina, promovendo a proliferação e diferenciação. Animais portadores de DRC apresentam uma diminuição da expressão RNAm de MyoD, miogenina e cadeia pesada de miosina embrionária (eMyHC), implicando que a perda de massa muscular está relacionada com déficit na função das células satélites. Um excesso de glicocorticóides freqüentemente acompanha condições catabólicas. Isso é relevante porque glicocorticóides podem suprimir a síntese protéica e aumentar a degradação protéica no músculo, contribuindo para a perda de massa muscular. Assim, nossa hipótese é que camundongos com DRC ou DM terão produção aumentada glicocorticóides levando a uma supra-expressão de miostatina no músculo. Concomitantemente, glicocorticóide e miostatina estimularão a degradação de MyoD e assim, irão suprimir a função da célula satélite, contribuindo assim para o desenvolvimento da atrofia muscular. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANTOS SILVA, KLEITON AUGUSTO; DONG, JIANGLING; DONG, YANJUN; DONG, YANLAN; SCHOR, NESTOR; TWEARDY, DAVID J.; ZHANG, LIPING; MITCH, WILLIAM E. Inhibition of Stat3 Activation Suppresses Caspase-3 and the Ubiquitin-Proteasome System, Leading to Preservation of Muscle Mass in Cancer Cachexia. Journal of Biological Chemistry, v. 290, n. 17, p. 11177-11187, APR 24 2015. Citações Web of Science: 53.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.