Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da lipase de triacilglicerol do adipócito (ATGL) na função e fenótipo do tecido adiposo, homeostase de lipídios e função dos demais tecidos

Processo: 12/05179-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Fabio Bessa Lima
Beneficiário:Andressa Bolsoni Lopes
Supervisor no Exterior: Hei Sook Sul
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Berkeley (UC Berkeley), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:09/53964-1 - Efeitos do ácido palmitoléico na captação e metabolismo de glicose e triacilglicerol em adipócitos brancos, BP.DR
Assunto(s):Tecido adiposo   Adipócitos   Lipólise   Metabolismo

Resumo

O tecido adiposo branco (TAB) é o maior reservatório energético do organismo devido a sua função de armazenar o excesso de energia da dieta na forma de triacilglicerol (TAG). O metabolismo do tecido adiposo envolve os processos de síntese (lipogênese) e hidrólise de TAG (lipólise). A lipólise consiste da hidrólise sequencial da molécula de TAG, formando subsequentemente diacilglicerol (DAG), monoacilglicerol (MAG), glicerol e três ácidos graxos livres, processos estes catalisados respectivamente pelas enzimas lipase de triacilglicerol do adipócito (ATGL), lipase hormônio sensível (HSL) e lipase de monoglicerideos (MGL). A ATGL, descoberta em 2004, é uma enzima crucial para atividade lipolítica do tecido adiposo, pois catalisa o passo inicial da reação, ou seja, a hidrólise dos triacilgliceróis liberando ácidos graxos para re-esterificação ou para a circulação sanguínea. Diversos tecidos como o coração, fígado e músculo esquelético utilizam ácidos graxos como forma de energia em períodos de demanda energética. Entretanto, o desequilíbrio entre o processo de síntese e hidrólise de TAG, onde a ATGL têm função essêncial, pode levar a um aumento nos níveis circulantes de ácidos graxos e deposição ectópica de TAG que pode crônicamente promover o desenvolvimento da doenças metabólicas como o diabetes, esteatose hepática e doenças cardiovasculares. Desta forma durante o período de estágio no exterior no laboratório da Professora Dr.C Hei Sook Sul, nós vamos avaliar como a ATGL contribui para função e fenótipo do tecido adiposo, homeostase de lipídios e função dos demais tecidos onde esta enzima atua. Para isto serão realizados estudos com camundongos com deficiência total (knockout) ou tecido específica de ATGL (sistema Cre-Lox), células primárias obtidas destes animais e linhagens imortalizadas. (AU)