Busca avançada
Ano de início
Entree

A escrita idiomática para piano nas canções de Ernst Mahle

Processo: 12/05930-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Maria Jose Dias Carrasqueira de Moraes
Beneficiário:Eliana Asano Ramos
Supervisor no Exterior: Deborah J. Stein
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : New England Conservatory (NEC), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/01435-5 - A escrita idiomática para piano nas canções de Ernst Mahle, BP.DR

Resumo

Este projeto de pesquisa está vinculado a uma tese de doutorado em andamento cujo objetivo principal é definir as características da escrita pianística do compositor brasileiro Ernst Mahle (1929) tendo como referência as suas vinte e seis canções para voz solista e piano sobre texto profano. O processo analítico empregado para a compreensão dos procedimentos composicionais e para a elaboração da performance das canções tem fundamento no modelo de análise dos lieder proposto por Stein e Spillman (1996), cujo enfoque está na interação do texto, música e aspectos interpretativos. A Dra. Deborah Stein é uma pesquisadora reconhecida internacionalmente por seus trabalhos na área de análise musical, especialmente em análise e performance de canção. O modelo de análise dos lieder proposto por ela é adotado como referência em inúmeros trabalhos porque, segundo a própria pesquisadora, trata-se de uma análise que visa a performance, e está baseada na interação texto, estrutura musical e aspectos interpretativos. Meu objetivo é trabalhar pessoalmente com a pesquisadora a aplicação do modelo de análise no estudo das canções de Ernst Mahle. Para tanto, além dos nossos encontros individuais, também estarei freqüentando as disciplinas específicas de análise musical ministradas por ela no New England Conservatory, em Boston, nos Estados Unidos. O estágio de doutorado no exterior proposto aqui tem extrema relevância não somente para a minha pesquisa, mas também para outros trabalhos que adotam o modelo como referência. Apesar deste modelo de análise ser amplamente empregado em inúmeros trabalhos que versam sobre a análise e performance de canções brasileiras, nenhum pesquisador brasileiro até o momento esteve trabalhando pessoalmente com a pesquisadora no exterior. Um fato que me deixa muito confiante a empreender esta empreitada é saber do interesse apresentado pela Dra. Stein em trabalhar ativamente e cooperar pessoalmente num projeto voltado para a música brasileira, feito por uma pesquisadora brasileira. (AU)