Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos veículos vacinais bacterianos Bacillus subtilis e Listeria innocua quanto à indução de resposta imunológica específica em modelo ex-vivo

Processo: 12/05747-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 30 de junho de 2012
Vigência (Término): 29 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luis Carlos de Souza Ferreira
Beneficiário:Rafael Ciro Marques Cavalcante
Supervisor no Exterior: Darren E. Higgins
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Boston, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:08/54194-2 - Construcao de sistemas de expressao para proteinas heterologas em cepas geneticamente modificada de bacillus subtilis., BP.DR
Assunto(s):Bacillus subtilis

Resumo

No trabalho de doutoramento propôs-se a construção de sistemas de expressão heteróloga capazes de promover a produção pungente de proteínas recombinantes em Bacillus subtilis. Para tal feito, têm sido empregados diferentes plasmídeos com replicação bidirecional, bem como várias sequencias promotoras oriundas de genes de B.subtilis. Durante o segundo ano de doutoramento por meio de uma parceria entre o nosso laboratório e o laboratório do professor Darren Higgins da Harvard Medical School, iniciamos uma parceria internacional para a confecção de plasmídeos capazes de replicar e promover a expressão em B.subtilis e L.innocua. A partir desse momento, adicionamos mais um objetivo ao nosso trabalho, o de comparar o desempenho dos dois hospedeiros com o mesmo sistema de expressão no tocante ao potencial de aplicação como veículos vacinais, uma vez que ambos os laboratórios possuem vasta experiência nessa área no conhecimento. Nesse sentido, várias construções foram testadas e conseguimos construir duas séries de plasmídeos diferentes. Ambos funcionais nos dois hospedeiros e baseados no promotor PHyper idealizado pelo grupo do Professor Higgins e nos plasmídeos derivados do pAMB1 e pMTLBS72 (utilizado pelo nosso grupo). O presente trabalho propõe avaliar o potencial dos sistemas de expressão construídos e dos dois hospedeiros em ensaios ex-vivo por meio da utilização de um modelo de ativação de resposta imunológica mediada por células apresentadoras de antígenos e linfócitos T (células B3Z) modificados em ensaios colorimétricos. Esse correlato é corriqueiramente aplicado no Laboratório do professor Higgins, não está disponível em nosso país, é relativamente rápido e presta-se a seleção das melhores estratégias vacinais reduzindo drasticamente o uso de animais de experimentação. Esperamos, ao fim desse trabalho, fornecer uma análise comparativa inédita entre o desempenho dos dois hospedeiros e dos sistemas de expressão construídos, dados que contribuirão sobremaneira para o estudo de B.subtilis e L.innocua e, certamente, nortearão o uso dos veículos em futuras estratégias vacinais. (AU)