Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel da orexina na região Perifornicial do Hipotálamo/Hipotálamo lateral (PeF-LH) no controle respiratório e durante a ativação do quimiorreflexo central em ratos acordados e dormindo

Processo: 12/13713-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 03 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 02 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Thiago dos Santos Moreira
Beneficiário:Rosélia dos Santos Damasceno
Supervisor no Exterior: Eugene E. Nattie
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Dartmouth College, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:10/15692-7 - Envolvimento do núcleo Kolliker-Fuse no controle cardiorrespiratório durante a ativação dos quimiorreceptores centrais e periféricos, BP.DR
Assunto(s):Hipotálamo   Respiração (fisiologia)   Sono

Resumo

As orexinas são classificadas como neuropeptídeos que consistem em dois subtipos, orexina-A e orexina-B, derivadas de um mesmo precursor (pré-pró-orexina), e se ligam a dois receptores acoplados a proteína G: receptor 1 (OX1R), seletivo para orexina-A e receptor 2 (OX2R) para orexina A e B. Os neurônios que contêm orexina estão localizados exclusivamente no hipotálamo dorsal e lateral e na área perifornicial. Essa região possui amplas projeções e estão associados com múltiplas funções, como controle da homeostase, comportamento alimentar, processos de recompensa, estados de sono-vigília, respostas ao estresse, nocicepção e controle cardiovascular e respiratório. Recentes trabalhos da literatura suportam a hipótese de que a orexina exerce um papel no controle da respiração e da quimiorrecepção central. Projeções de neurônios orexinérgicos de regiões hipotalâmicas são encontrados em regiões do tronco encefálico envolvidas no controle da respiração, incluindo o bulbo ventrolateral rostral, raphe, locus coeruleus, núcleo do Kölliker-Fuse, núleo do trato solitário (NTS), núcleo motor dorsal do vago, núcleo motor do hipoglosso e núcleo motor do frênico (Marcus et al., 2001; Young et al, 2005; Nixon & Smale, 2007; Kuwaki, 2008; Tsujino & Sakurai, 2009). Diante do que foi exposto, o presente projeto pretenderá inibir o mRNA para pré-pró-orexina, precursor da orexina A e B, especificamente nos neurônios orexinérgicos da região perifornicial e hipotálamo lateral (PeF-LH) e avaliar os efeitos na respiração e na atividade do quimiorreflexo central em ratos acordados e durante o sono. Será aplicado um RNA de interferência (siRNA) para inibir a síntese de orexinas e será mensurado a ventilação, taxa metabólica, temperatura corporal antes e durante o período da inibição. (AU)