Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de microRNAs na aorta torácica de ratos normotensos submetidos a treinamento físico aeróbio: perspectivas de identificação de alvos terapêuticos relacionados à hipertensão arterial

Processo: 12/04104-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Edilamar Menezes de Oliveira
Beneficiário:Vander José das Neves
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Treinamento aeróbio   Aorta torácica   Hipertensão   MicroRNAs   Fisiologia cardiovascular

Resumo

Considerando que a hipertensão arterial constitui um importante problema de saúde pública e demanda estudos para a compreensão dos mecanismos moleculares envolvidos nas alterações fisiológicas dela decorrentes, que o treinamento físico é importante terapia não farmacológica para pacientes hipertensos, que terapias gênicas a partir de microRNAs representam grandes perspectivas terapêuticas no combate à hipertensão arterial, e que estudos em animais representam importante ferramenta experimental complementar aos estudos em humanos, nossa proposta é estudar a expressão de microRNAs na aorta torácica de ratos normotensos submetidos a diferentes volumes de treinamento físico aeróbio, comparar os resultados com a expressão de microRNAs da aorta torácica de ratos espontaneamente hipertensos e, então, selecionar um dos microRNAs diferencialmente expressos pelo treinamento físico para ser modulado em cultura de células. Serão utilizados ratos Wistar com 3 meses de idade no início do experimento, divididos em 3 grupos experimentais (n=7/grupo): 1) Não treinado; 2) Treinado com protocolo 1 (T1): 5x/semana/10semanas com sobrecarga de 5% do peso corporal; 3) Treinado com protocolo 2 (T2): mesmo T1 por 8 semanas, 9ª semana, treinamento 2x/dia e 10ª semana, treinamento 3x/dia. Ratos adultos espontaneamente hipertensos (n=8) serão utilizados para identificar o perfil de microRNAs da aorta torácica e compará-los com o perfil determinado na aorta dos demais grupos experimentais. Ao longo do período experimental serão feitas as seguintes avaliações nos animais treinados e não treinados: registro do peso corporal, avaliação de esforço físico máximo, consumo de oxigênio, pressão arterial e freqüência cardíaca de repouso. Os animais serão sacrificados no fim do período experimental e serão realizadas análises da expressão dos microRNAs da aorta torácica destes ratos por meio de microRNA Array. A funcionalidade do oligonucleotídeo (anti-miR ou miR-mimico), bem como sua capacidade de proteção celular frente ao estímulo da angiotensina II, serão analisados em cultura de células endoteliais da aorta torácica de ratos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOARES MELO, STEPHANO FREITAS; BARAUNA, VALERIO GARRONE; NEVES, VANDER JOSE; FERNANDES, TIAGO; LARA, LUCIENNE DA SILVA; MAZZOTTI, DIEGO ROBLES; OLIVEIRA, EDILAMAR MENEZES. Exercise training restores the cardiac microRNA-1 and-214 levels regulating Ca2+ handling after myocardial infarction. BMC CARDIOVASCULAR DISORDERS, v. 15, DEC 9 2015. Citações Web of Science: 24.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.