Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos dò resveratrol e dò lítio sôbre perfil lipídico, estresse oxidativo e apoptose. estudo dò possível papel protetor Èm ratas senescentes

Processo: 12/13206-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Soraya Soubhi Smaili
Beneficiário:Katiucha Karolina Honório Ribeiro Rocha
Instituição-sede: Instituto Nacional de Farmacologia (INFAR). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Resveratrol   Estresse oxidativo   Lítio   Apoptose   Autofagia

Resumo

O envelhecimento está associado a disfunções metabólicas e desenvolvimento de doenças neurodegenerativas desencadeadas pela redução de defesas antioxidantes, bem como alterações nos processos apoptóticos e autofágicos. Sabe-se que o resveratrol e o lítio podem ter um papel protetor em determinadas condições e por vias de sinalização diferentes. Por outro lado, não se sabe se essa proteção pode estar associada à modulação dos mecanismos de apoptose e autofagia e quais os efeitos da associação desses agentes. Assim, os desafios científicos deste projeto serão determinar o modo de ação do resveratrol, do lítio e da associação resveratrol-lítio sobre sistema nervoso central e tecido hepático de animais jovens e senescentes. Serão utilizadas 40 ratas Wistar divididas em dois grupos: jovens (4-6 meses) e senescentes (22-26 meses). Os animais jovens serão divididos em quatro subgrupos (n=5) diferindo na solução líquida: grupo C, controle que receberá água destilada; grupo R, solução de resveratrol (6mg/L); grupo L, recebendo solução de lítio na concentração neuroprotetora; grupo RL- solução de resveratrol (6mg/L) e lítio como no grupo L. O grupo senescente será dividido em quatro subgrupos (n=5): grupo S, que receberá água destilada; grupo SR, recebendo solução de resveratrol (6mg/L); grupo SL, recebendo solução de lítio na concentração neuroprotetora; grupo SRL- solução de resveratrol (6mg/L) e lítio como no grupo L. Após 30 dias de tratamento, serão coletos o sangue, o fígado e o corpo estriado. Serão analisados glicemia e perfil lipídio no soro, bem como apoptose, autofagia, viabilidade mitocondrial e estresse oxidativo no fígado e corpo estriado de animais jovens e senescentes. Os dados contribuirão para analisarmos a atividade antioxidante ou citotóxica do resveratrol bem com o possível efeito protetor do lítio relacionado à indução e modulação da atividade autofágica. Também será possível analisar o efeito do lítio como adjuvante na potencialização dos efeitos antioxidantes do resveratrol, na prevenção do estresse oxidativo e de possíveis danos mitocondriais associados ao processo de envelhecimento.