Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do efeito inibitório da protease 2A de diferentes rinovírus humano sobre a indução de interferon

Processo: 12/17601-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Eurico de Arruda Neto
Beneficiário:Talita Bianca Gagliardi
Supervisor no Exterior: Vincent R. Racaniello
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa: Columbia University in the City of New York, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/03700-0 - Dois aspectos relevantes da biologia de rinovírus humanos: efeito inibitório da protease 2A sobre a indução de interferon e busca por um hospedeiro natural não-humano, BP.PD
Assunto(s):Virologia   Rhinovirus   Interferons   Peptídeo hidrolases

Resumo

Rinovírus humanos (HRV) são os mais frequentes agentes etiológicos de infecções respiratórias humanas. Além de causar resfriado comum, HRV predispõe o hospedeiro a otite média aguda, sinusites, exacerbações de asma bronquite crônica e fibrose cística. Existem cerca de 150 tipos de HRV, que co-circulam e essa grande variabilidade dificulta o surgimento de imunidade cruzada (e proteção) entre os muitos tipos virais. A proteína estrutural VP1 é o principal alvo de anticorpos neutralizantes, entretanto é a protease 2A quem interfere na resposta imune inata celular. Um estudo com poliovírus (PV) identificou in vitro a ação inibitória de 2A sobre a indução de interferon (IFN), favorecendo assim a replicação de PV. O Prof. Dr. Vincent Racaniello, da Columbia University (USA), que além de ser um dos colaboradores deste estudo com PV é um importante picorna-virologista, está também interessado em investigar essa via IFN com HRV. Devido a isso ele supervisionará o estágio de pós-doutoramento da aluna durante o qual serão identificados os genes estimulados por IFN (ISG) quando estes são ativados frente à infecção por diferentes espécies e grupos (major/minor) de HRV. Em seguida, será analisada a ação inibitória da 2A de cada HRV do estudo utilizando vetor recombinante de lentivírus e clones infecciosos de HRV-2, -14 e -16. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)