Busca avançada
Ano de início
Entree

Distribuição e morfologia dos canais da linha lateral em raias e sua relevância sistemática (Chondrichthyes: Elasmobranchii: Batoidea)

Processo: 12/19280-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 07 de janeiro de 2013
Vigência (Término): 06 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Marcelo Rodrigues de Carvalho
Beneficiário:Maíra Portella Ragno
Supervisor no Exterior: Luiz A. Rocha
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : California Academy of Sciences, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:11/04647-3 - Distribuição e morfologia dos canais da linha lateral em raias e sua relevância sistemática (Chondrichthyes: Elasmobranchii: Batoidea), BP.MS
Assunto(s):Anatomia comparada   Morfologia animal   Raias   Batoidea

Resumo

O grupo Batoidea engloba as raias e seu monofiletismo é bem corroborado. Contudo, as inter-relações filogenéticas dentro do grupo ainda são discutíveis. Algumas filogenias consideram Pristiformes como grupo basal de Batoidea, enquanto outras consideram Torpediniformes como mais basal. O grupo dos Rhinobatiformes é visto como monofilético por alguns autores e como parafilético por outros. Problemas de posicionamento filogenético são encontrados, ainda, entre os gêneros de Torpediniformes, Rhinobatiformes, Rajiformes e Myliobatiformes. A distribuição dos canais do sistema sensorial de linha lateral apresenta grande variação entre os grupos de Batoidea e, apesar deste sistema não ser muito bem estudado em elasmobrânquios, constitui uma importante fonte de caracteres filogenéticos. O projeto de mestrado vinculado a presente proposta tem como objetivo levantar possíveis caracteres da linha lateral que auxiliem a elucidar as relações entre as famílias e gêneros de Batoidea. Contudo, a viabilidade do projeto depende da análise de material representativo encontrado em instituições internacionais. Assim, a presente proposta apresenta a solicitação de Bolsa de Estágio de Pesquisa no Exterior (BEPE) a ser realizado na instituição California Academy of Science (CAS), sob a supervisão do Dr. Luiz A. Rocha, curador da coleção Ictiológica do CAS. Nesta instituição será possível a análise de grande parte do material restante para a conclusão do projeto, assim como o requerimento de empréstimo de material de outras instituições norte-americanas. (AU)