Busca avançada
Ano de início
Entree

Entrelinhas de o tronco do ipê: debates políticos e sociais em tempos de escravidão, 1867-1870

Processo: 12/04976-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Sidney Chalhoub
Beneficiário:Dayana Façanha de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Escravidão   História do Brasil Império   Literatura

Resumo

O objetivo do projeto é estudar a obra literária de José de Alencar a partir de perspectiva histórica que relacione a produção literária com a experiência histórico-social do autor no período de produção do texto. O momento histórico refere-se às discussões políticas e sociais que culminaram na lei do ventre livre em 1871. Interessa entender os desdobramentos mais complexos da visão de mundo e posicionamento político do autor, que se opôs à intervenção legislativa como método adequado à extinção da escravidão no país. Propõe-se o desenvolvimento da pesquisa por meio da análise da interlocução entre cartas políticas, debates parlamentares e obra literária produzidos pelo autor entre 1867 e 1870. Os debates se referem às sessões da câmara dos deputados de 1870 e observaremos a interlocução deles com seu veículo original de publicação, as páginas do Jornal do Commercio. Aspecto importante da pesquisa será relacionar a experiência parlamentar de José de Alencar, que participou dos debates na condição de deputado pela província do Ceará, com a produção posterior do romance O tronco do Ipê, em busca do modo como o autor representava não só a escravidão como também o escravo.