Busca avançada
Ano de início
Entree

Nós de mobilidade e projeto urbano: ações urbanísticas e infraestrutura de transporte na metrópole de São Paulo.

Processo: 12/10448-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Projeto de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Regina Maria Prosperi Meyer
Beneficiário:Marlon Rubio Longo
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Infraestrutura urbana

Resumo

Esta pesquisa propõe estudar o potencial urbanístico dos nós de mobilidade, ou seja, verificar de forma analítica e propositiva as possibilidades e o alcance dos projetos urbanísticos multifuncionais localizados em áreas de interseção das redes de infraestrutura de transporte público, no contexto da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP).O estudo está inserido em duas importantes questões urbanas que pretendem introduzir mais qualidade e melhor desempenho na cidade contemporânea. Num primeiro patamar, correlaciona a atual configuração da metrópole com intervenções de caráter sistêmico, abrangendo as redes de infraestrutura de transporte. Num segundo nível, como desdobramento do primeiro, busca analisar as possibilidades do urbanismo levando em conta aspectos físicos e funcionais do padrão de crescimento da metrópole, definido por alguns autores (INDOVINA, 1990; KOOLHAAS, 1994; MONCLUS, 1996; GRAHAM e MARVIN, 2001) como disperso ou difuso e apontado como característico das transformações urbanas do final do século XX. Tais processos abrem caminho para novas questões e parâmetros de atuação do urbanismo por meio de novos modelos de projetos urbanos, tendo como aspecto importante desta cadeia de transformações uma argumentação a favor de maior adensamento urbano rumo à cidade compacta, otimizando redes de infraestrutura e valorizando a multifuncionalidade em suas imediações.Como recorte metodológico, o estudo estabelece um paralelo entre nós de mobilidade e núcleos de centralidade partindo de duas escalas de abordagem que compõe o objeto: a dos planos de mobilidade, que compreendem os Planos Integrados de Transportes Urbanos de 2020 e 2025, e a dos projetos urbanos em trechos correlatos.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LONGO, Marlon Rubio. Hub de mobilidade e projeto urbano: ações urbanísticas e infraestrutura de transporte na metrópole de São Paulo. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.