Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliações clínica, hematológica, bioquímica e de líquido peritoneal de equinos submetidos à punção cecal percutânea com agulha de tiflocentese ou trocarte

Processo: 12/11880-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Renata Gebara Sampaio Dória
Beneficiário:Gustavo Morandini Reginato
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Peritonite   Equinos

Resumo

O timpanismo do ceco em equinos pode ser aliviado pela utilização de trocarte ou agulha longa através do flanco, com a finalidade de promover a liberação de gases. Na maioria das vezes, a punção cecal percutânea (tiflocentese) é pouco utilizada, devido aos riscos de desenvolvimento de peritonite. Serão utilizados 22 equinos, distribuídos em três grupos experimentais: Grupos Tiflocentese A e T (GA e GT), correspondente aos dezesseis animais submetidos à punção cecal percutânea com agulha de tiflocentese (oito animais) e com trocarte (oito animais), respectivamente e Grupo Controle (GC), referente a seis animais não submetidos à tiflocentese. Avaliações clínicas serão realizadas diariamente e amostras de sangue e líquido peritoneal nos Grupos Tiflocentese (GA e GT) e Grupo Controle (GC) serão colhidas e avaliadas antes do início do experimento (T0) e nas duas (T2), seis (T6), 12 (T12), 24 (T24), 48 (T48), 72 (T72), 96 (T96) horas subsequentes. Após sete (D7) e 14 (D14) dias, novas amostras de sangue e líquido peritoneal serão colhidas em ambos os grupos. O exame do sangue consistirá de análises hematológicas, bioquímicas séricas e teores plasmáticos de proteínas de fase aguda e a avaliação do líquido peritoneal envolverá exames visuais, análises citológicas e bioquímicas, os quais visarão determinar alterações que possam caracterizar peritonite nos equinos em estudo. A proposta deste estudo é avaliar comparativamente as alterações clínicas, hematológicas, bioquímicas, nos teores plasmáticos de proteínas de fase aguda e no líquido peritoneal de equinos submetidos à punção cecal percutânea por meio de agulha de tiflocentese ou trocarte e comparar com os resultados obtidos a partir de equinos não submetidos à punção cecal percutânea, mas que tenham sofrido colheitas sequenciais de líquido peritoneal.