Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de variantes genéticas e bioquímicas para fator de crescimento endotelial vascular e alfa-fetoproteína no carcinoma hepatocelular

Processo: 12/11953-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Rita de Cássia Martins Alves da Silva
Beneficiário:Erika Yuki Yvamoto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fatores de crescimento do endotélio vascular   Bioquímica   Gastroenterologia   Carcinoma hepatocelular

Resumo

Introdução - Carcinoma hepatocelular (CHC) é a forma mais agressiva de câncer de fígado. Os fatores de risco para CHC incluem hepatites C (HCV) e B (HBV), alcoolismo, cirrose biliar primária, esteato-hepatite não alcoólica, exposição prolongada à aflatoxina, doenças metabólicas hereditárias, além de alterações genéticas que podem afetar diversas vias celulares. Nesse contexto, destacam-se o polimorfismo genético para o fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) e níveis séricos elevados para VEGF e alfa-fetoproteína (AFP). Objetivos - Avaliar a influência do polimorfismo VEGF-C936T no CHC, na cirrose e no HCV; avaliar a relação dos níveis séricos de VEGF e AFP nos grupos estudados; analisar a correlação entre os níveis séricos de VEGF, de AFP e do polimorfismo VEGF. Casuística e Métodos - Serão selecionados 200 indivíduos, independente de sexo, grupo étnico e idade, distribuídos em quatro grupos. Grupo 1- 50 indivíduos com diagnóstico de CHC; Grupo 2- 50 indivíduos com diagnóstico de cirrose por qualquer etiologia; Grupo 3- 50 indivíduos com diagnóstico de HCV; Grupo 4- 50 indivíduos controles, sem sinais clínicos e bioquímicos de CHC. As variantes para VEGF serão analisadas por PCR/RFLP (polymerase chain reaction/ restriction fragment length polymorphism). As dosagens bioquímicas para VEGF e AFP serão realizadas pelo método de imunoensaio enzimático (EIA) e pelo método ELISA. A análise estatística compreenderá teste exato de Fisher, Teste t e regressão multivariada, com nível de significância para P<0,05.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
YVAMOTO, E. Y.; FERREIRA, R. F.; NOGUEIRA, V.; PINHEL, M. A. S.; TENANI, G. D.; ANDRADE, J. G. S. C.; BAITELLO, M. E. L.; GREGORIO, M. L.; FUCUTA, P. S.; SILVA, R. F.; SOUZA, D. R. S.; SILVA, R. C. M. A. Influence of vascular endothelial growth factor and alpha-fetoprotein on hepatocellular carcinoma. Genetics and Molecular Research, v. 14, n. 4, p. 17453-17462, 2015. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.