Busca avançada
Ano de início
Entree

Marcas do desejo: um estudo sobre os critérios de "cor/raça/etnia" na seleção de parceiros em relações homoeróticas masculinas criadas online na Cidade de São Carlos

Processo: 12/13148-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Richard Miskolci Escudeiro
Beneficiário:Keith Diego Kurashige
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Sexualidade   Raça   Cor   Teoria queer   Internet

Resumo

O objetivo deste projeto é o de investigar como novas relações homoeróticas masculinas passaram a ser criadas por meio do uso de mídias digitais, em especial como e sob quais critérios se dá a busca de parceiros nos bate-papos da internet voltados para o público de uma cidade média do interior paulista: São Carlos. Pretende-se captar as formas como as diferenças de "cor/raça/etnia" são articuladas e negociadas. Além de contribuir para compreender como estas relações se dão fora dos grandes centros, nos quais, historicamente se concentraram as pesquisas sobre (homos)sexualidades, esta pesquisa também pretende auxiliar no delineamento das características do "armário" na sociedade brasileira contemporânea. A disseminação do uso da internet possibilitou novas formas de interação para as pessoas que buscam se relacionar homoeroticamente mantendo uma imagem heterossexual na vida pública. Um novo "armário" emergiu regulando o espaço público e o privado de forma a manter o primeiro associado à heterossexualidade relegando as relações homossexuais à vida íntima e, em geral, em segredo. Baseada nos estudos brasileiros sobre sexualidade e na Teoria Queer a pesquisa envolverá uma articulação entre trabalho etnográfico online e também face a face buscando reconstituir e compreender critérios de seleção de parceiros indissociáveis de uma gramática erótica nacional.