Busca avançada
Ano de início
Entree

Filogenia da tribo Tachymenini Bailey, 1967 (Serpentes, Dipsadidae, Xenodontinae)

Processo: 12/13327-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Zoologia Aplicada
Pesquisador responsável:Hussam El Dine Zaher
Beneficiário:Vivian Carlos Trevine
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50206-9 - Origem e evolução das serpentes e a sua diversificação na região neotropical: uma abordagem multidisciplinar, AP.BTA.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):15/08318-5 - Diversificação dos complexos de espécies de Thamnodynastes hypoconia e Thamnodynastes nattereri na tribo Tachymenini (Serpentes, Dipsadidae, Xenodontinae), BE.EP.DR
Assunto(s):Biologia molecular   Morfologia animal   Dipsadidae   Serpentes   Sistemática

Resumo

A sistemática de Caenophidia (serpentes "avançadas") foi impulsionada nos últimos anos, concomintantemente com o desenvolvimento de técnicas moleculares, o que resultou em mudanças taxonômicas decisivas para o grupo. As relações evolutivas intra e intertribais da subfamília Xenodontinae, assim como seu relacionamento com os demais Dipsadidae, ainda são incipientes e a monofilia de diversos grupos é instável. O presente projeto visa estudar as relações filogenéticas dos membros da tribo Tachymenini (Dipsadidae, Xenodontinae) e seu posicionamento dentro de Dipsadidae, um dos grupos mais representativos entre os Caeonophidia. Para tanto serão utilizados dados morfológicos e moleculares em busca de um conhecimento abrangente e integrativo das relações evolutivas do grupo. Os objetivos principais propostos são: 1) testar as hipóteses de relacionamento entre os membros de Tachymenini, de modo a compreender melhor a relação entre seus gêneros e validar mudanças taxonômicas; e 2) testar o posicionamento da tribo dentro da subfamília Xenodontinae. As relações filogenéticas serão inferidas por meio da análise de dados morfológicos, e dados provenientes do sequenciamento de quatro genes mitocondriais e seis nucleares. As análises empregadas seguirão a metodologia cladística e o método de inferência utilizado será o de máxima parcimônia, em um contexto comparativo com os métodos probabilísticos. Os resultados gerados pelo projeto permitirão uma melhor resolução dos padrões evolutivos de Tachymenini, e serão relevantes na elucidação das relações dentre os Xenodontinae e, consequentemente, como parte do entendimento dos padrões de diversificação das serpentes neotropicais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TREVINE, VIVIAN C.; CAICEDO-PORTILLA, JOSE RANCES; HOOGMOED, MARINUS; THOMAS, ROBERT A.; FRANCO, FRANCISCO L.; MONTINGELLI, GIOVANNA G.; OSORNO-MUNOZ, MARIELA; ZAHER, HUSSAM. A new species of Thamnodynastes Wagler, 1830 from western Amazonia, with notes on morphology for members of the Thamnodynastes pallidus group (Serpentes, Dipsadidae, Tachymenini). Zootaxa, v. 4952, n. 2, p. 235-256, APR 9 2021. Citações Web of Science: 0.
FRANCO, FRANCISCO L.; TREVINE, VIVIAN C.; MONTINGELLI, GIOVANNA G.; ZAHER, HUSSAM. A new species of Thamnodynastes from the open areas of central and northeastern Brazil (Serpentes: Dipsadidae: Tachymenini). SALAMANDRA, v. 53, n. 3, p. 339-350, AUG 15 2017. Citações Web of Science: 2.
NOBREGA, ROMULO PANTOJA; MONTINGELLI, GIOVANNA GONDIM; TREVINE, VIVIAN; FRANCO, FRANCISCO LUIS; VIEIRA, GUSTAVO H. C.; COSTA, GABRIEL C.; MESQUITA, DANIEL OLIVEIRA. Morphological variation within Thamnodynastes pallidus (Linnaeus, 1758) (Serpentes: Dipsadidae: Xenodontinae: Tachymenini). HERPETOLOGICAL JOURNAL, v. 26, n. 2, p. 165-174, APR 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.