Busca avançada
Ano de início
Entree

Acúmulo e composição químico-bromatológica da forragem de capim mulato ii sob taxas contrastantes de crescimento em resposta à altura do dossel mantida por lotação contínua

Processo: 12/14900-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Pastagens e Forragicultura
Pesquisador responsável:Carlos Guilherme Silveira Pedreira
Beneficiário:Ianê Correia de Lima Almeida
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Manejo de pastagem   Forragicultura

Resumo

As pastagens ocupam uma grande extensão territorial no Brasil, e estão tradicionalmente incorporadas aos sistemas pecuários, constituindo a principal fonte de alimento para os ruminantes. Entretanto, seu manejo, na maioria dos casos, ainda é realizado de forma extensiva e extrativista, tornando esta uma atividade pouco competitiva. Nesse sentido, o estudo de estratégias de manejo do pastejo sob lotação contínua com o capim Mulato II, contribui para a diversificação das áreas de pastagens e para a intensificação do sistema produtivo. O objetivo deste trabalho é estudar o potencial produtivo, características estruturais e químico-bromatológicas do capim Mulato II em resposta a intensidades de desfolhação e dois ritmos de crescimento gerados por dois aportes de nitrogênio, em pastos sob lotação continua mimetizada e taxa de lotação variável. O experimento será conduzido em área pertencente ao Departamento de Zootecnia da ESALQ/USP, localizada no município de Piracicaba, de setembro de 2012 a abril de 2013. Serão testadas três intensidades de desfolhação determinadas por alturas de manejo do pasto (10, 25 e 40 cm) em combinação com duas doses de N (50 e 250 kg N ha-1 ano-1) seguindo um arranjo fatorial (3 x 2) num delineamento em blocos completos casualizados, com três repetições totalizando 18 unidades experimentais. Serão caracterizadas e determinadas as seguintes variáveis-resposta: acúmulo de massa de forragem, composição morfológica e composição químico-bromatológica (PB, FDN, DIVMS) da forragem consumida. As combinações entre os fatores deverão permitir um contraste adequado entre os tratamentos, contribuindo para a identificação de estratégias de manejo mais eficientes, otimizando o processo produtivo e explorando novos materiais genéticos promissores, como é o caso do capim hibrido de Braquiária (Brachiaria spp.) cv. Mulato II.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)