Busca avançada
Ano de início
Entree

Violência na etiologia de psicopatologia em crianças impacto da violência intencional e social em crianças até 12 anos: fatores de risco, clínicos, endócrinos, genéticos, estruturais e neuropsicológicos

Processo: 12/17933-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Marcelo Feijó de Mello
Beneficiário:Bruno Messina Coimbra
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/09104-5 - Violência na etiologia de psicopatologia em crianças impacto da violência intencional e social em crianças até 12 anos: fatores de risco, clínicos, endócrinos, genéticos, estruturais e neuropsicológicos, AP.R
Assunto(s):Psicometria   Violência

Resumo

O Bolsista Bruno Messina Coimbra psicólogo graduado há mais de 2 anos seguirá o trabalho de seu estágio no Programa de Atendimento e Pesquisa em Violência (PROVE) do Departamento de Psiquiatria/UNIFESP como assistente de pesquisa.Para a pesquisa técnica fará uma preparação para pesquisa em saúde mental, assistirá curso de metodologia em saúde mental ministrado na pós-­graduação do departamento de psiquiatria da UNIFESP.O bolsista fará o treinamento para conhecer os instrumentos usados na presente pesquisa e participará do estudo de confiabilidade dos mesmos.Realizará a coleta dos dados no ambulatório, assim como nas visitas domiciliares. Aprenderá a usar o sistema de coleta de dados informatizado criado especialmente para a presente pesquisa.Fará a conferencia dos dados coletados que foram transmitidos ao banco de dados eletrônicoO bolsista acompanhará conjuntamente com o pesquisador as análises estatísticas e participará das sessões de brainstorm para discussão dos resultados.O bolsista para isto se dedicará em tempo integral para o presente projeto com uma carga de 40 horas semanais onde dividira o seu tempo entre o campo e o trabalho na UNIFESP no atendimento dos pacientes e preparo dos dados para o estudo.