Busca avançada
Ano de início
Entree

Neuroproteção da retina por meio de fármacos: avaliação da viabilidade celular

Processo: 12/18619-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Alexandre Hiroaki Kihara
Beneficiário:Gisele Gonçalves da Silva
Instituição-sede: Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/55210-1 - Acoplamento celular no arco da vida: desenvolvimento, adaptação e degeneração do sistema nervoso, AP.JP
Assunto(s):Neurociências   Degeneração

Resumo

A comunicação celular, em suas variadas formas, desempenha importante papel na adaptação dos organismos multicelulares frente às demandas do ambiente. A comunicação direta provida pelo o acoplamento celular nas junções comunicantes (JC) está presente em praticamente todos os tipos celulares em metazoários. Os canais de JC são formados por subunidades chamadas de conexinas (Cx) ou panexinas (Panx), por onde transitam íons e moléculas com massa de até 1 kDa. Além de importante na comunicação neuronal pela passagem de corrente iônica, estudos recentes têm evidenciado a participação das JC durante o desenvolvimento e a apoptose. Este Projeto tem como escopo determinar mecanismos relacionados com o acoplamento celular no desenvolvimento (onto e filogenético), adaptação e degeneração do sistema nervoso. Dentre outros tópicos, pretendemos examinar: i) o papel do acoplamento na regulação do ciclo, proliferação e diferenciação celular; ii) interações entre sinapses elétricas e sinapses químicas; iii) expressão funcional de Cx e Panx em diferentes modelos de apoptose. Para isso, utilizaremos metodologias de biologia molecular e celular, agentes farmacológicos, técnicas histológicas e eletrofisiológicas, observação comportamental, monitoramento de células vivas, dentre outras técnicas. Adicionalmente, animais KO serão utilizados, assim como sistemas de super expressão e RNA de interferência, com o intuito de avaliar o papel de genes específicos nos modelos abordados. Este Projeto conta com o apoio da Dra. Jean X. Jiang (Harvard University / University of Texas Health Science Center) e de grupos sediados em diversas unidades da Universidade de São Paulo, além de alunos de iniciação científica e pós-graduação já engajados com a presente proposta. Além do acoplamento, outras formas de comunicação celular serão estudadas, como as mediadas por óxido nítrico e receptores purinérgicos. Embora centrado no sistema nervoso, nosso interesse não se restringe à pesquisa neste tecido. Fundamentalmente, este Projeto tem como objetivo ser o alicerce de um grupo científico que tem como foco o acoplamento celular e suas interações adaptativas.