Busca avançada
Ano de início
Entree

Novos parâmetros para o clareamento dental: avaliação da eficácia, citotoxicidade e efeitos moleculares.

Processo: 12/19365-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Carlos Alberto de Souza Costa
Beneficiário:Larissa Gaillardetz Corbani
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/12938-8 - Novos parâmetros para o clareamento dental: avaliação da eficácia, citotoxicidade e efeitos moleculares, AP.R
Assunto(s):Toxicidade   Clareamento de dente   Citotoxicidade   Odontoblastos

Resumo

O clareamento dental de consultório é uma técnica bastante empregada devido à obtenção rápida de resultados clínicos esteticamente satisfatórios. No entanto, essa técnica, da forma que tem sido recomendada e aplicada na atualidade, apresenta elevado potencial para causar danos irreversíveis ao tecido pulpar. Portanto, o objetivo do presente estudo será avaliar a eficácia, citotoxicidade e os efeitos moleculares de novos protocolos de clareamento de consultório. Inicialmente, discos de esmalte/dentina provenientes de dentes bovinos serão selecionados por espectofotômetro de reflectância, para padronização da cor inicial, e submetidos a 3 sessões de clareamento compostas por 1 ou 3 aplicações de gel clareador com peróxido de hidrogênio (PH) a 35% ou 15%, por 5 ou 15 minutos, ou do peróxido de carbamida (PC) a 37%, por 10 ou 20 minutos, sendo realizada avaliação da alteração de cor após cada sessão. Para avaliação da citotoxicidade trans-amelodentinária, discos de esmalte/dentina serão adaptados em câmaras pulpares artificiais. Células odontoblastóides MDPC-23 ou cultura primária de células pulpares humanas (HPCs) serão semeadas na superfície de dentina dos discos e o clareamento será realizado na superfície de esmalte. Serão avaliados o metabolismo celular, atividade de fosfatase alcalina e morfologia celular, além da quantificação do total de PH capaz de se difundir pelos discos. Por fim, será realizada avaliação da expressão de mediadores inflamatórios e de diferenciação de odontoblastos, bem como a formação de nódulos de mineralização nas HPCs. Os dados numéricos obtidos através da aplicação dos protocolos laboratoriais serão submetidos a análise estatística específica.