Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do potencial genotóxico e antigenotóxico do extrato de Solanum cernuum em células de mamíferos in vivo e in vitro

Processo: 12/07946-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Pesquisador responsável:Denise Crispim Tavares Barbosa
Beneficiário:Jaqueline Lopes Damasceno
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Genotoxicidade   Ensaio cometa

Resumo

A família Solanaceae é composta por um número economicamente importante de plantas, incluindo uma variedade de culturas alimentares, também plantas ornamentais como a petúnia; além de culturas medicinais tais como, Withania, Datura, Mandragora, Atropa e Physalis. Solanaceae constitui uma família de médio porte entre as angiospernas, com cerca de 90 gêneros e 3000 a 4000 espécies, sendo que quase a metade estão em um amplo e diversificado gênero, Solanum. Entre as plantas com potencial medicinal de Solanum, encontra-se S. cernuum Vell, popularmente conhecida como "panacéia", é uma planta nativa do sul e sudeste do Brasil. Seu nome "panacéia" provavelmente é devido à grande amplitude de aplicações que possui na medicina popular: úlceras, lesões hepáticas, infecções de pele, como antitumoral, diurético, depurativo, anti-hemorrágico e para o tratamento da gonorréia. Cicloeucalenona e 24-oxo-31-norcicloartanona foram os principais constituintes do extrato diclorometano de S. cernuum. Ambos os triterpenóides foram testados contra linhagens de células humanas tumorais, sendo que o 24-oxo-31-norcicloartanona foi significativamente ativo e seletivo contra a linhagem celular de tumor de pulmão NCI-H460. O presente estudo tem como objetivos avaliar o potencial genotóxico de S. cernuun, bem como sua influência sobre os danos produzidos pelo mutágeno metil metanosulfonato em células de mamíferos in vivo e in vitro, pelos ensaios cometa e do micronúcleo. Nos experimentos in vivo serão analisadas as freqüências de danos no DNA e de micronúcleos em células do fígado e da medula óssea, respectivamente, de camundongos Swiss. Para os ensaios in vitro, serão utilizados fibroblastos de pulmão de hamster Chinês (células V79). Devido a grande importância de S. cernuun entre as plantas medicinais do gênero Solanum, torna-se relavante o estudo de sua ação sobre o DNA para que possa ser utilizada de maneira mais segura na saúde humana.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DAMASCENO, JAQUELINE L.; OLIVEIRA, POLLYANNA F.; MIRANDA, MARIZA A.; LEANDRO, LUIS F.; ACESIO, NATHALIA O.; OZELIN, SAULO D.; BASTOS, JAIRO K.; TAVARES, DENISE C. Protective effects of Solanum cernuum extract against chromosomal and genomic damage induced by methyl methanesulfonate in Swiss mice. BIOMEDICINE & PHARMACOTHERAPY, v. 83, p. 1111-1115, OCT 2016. Citações Web of Science: 4.
DAMASCENO, JAQUELINE LOPES; DE OLIVEIRA, POLLYANNA FRANCIELLI; MIRANDA, MARIZA ABREU; LIMA, MARINA; BASTOS, JAIRO KENUPP; TAVARES, DENISE CRISPIM. Antigenotoxic and Antioxidant Properties of Solanum cernuum and Its Alkaloid, Cernumidine. BIOLOGICAL & PHARMACEUTICAL BULLETIN, v. 39, n. 6, p. 920-926, JUN 2016. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.