Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos efeitos de psicofármacos de estrutura tricíclica frente ao estresse oxidativo em células Neuro-2a

Processo: 12/14493-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Tiago Rodrigues
Beneficiário:Gemima Samara Bezerra Vanderley
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Morte celular   Mitocôndrias   Estresse oxidativo

Resumo

Diversos estudos associam a patogênese de desordens neuronais à morte celular decorrente do estresse oxidativo, sendo que o aumento da geração de espécies reativas de oxigênio mitocondriais, mudanças persistentes na integridade mitocondrial como a transição de permeabilidade mitocondrial e despolarização do potencial de membrana mitocondrial possuem papel central. Neste projeto propõe-se o estudo dos efeitos de três psicofármacos, imipramina, clorpromazina e tioridazina, sobre o estresse oxidativo em células da linhagem Neuro-2A, considerada um bom modelo neuronal para estudos com drogas que atuam no sistema nervoso. Pretende-se primeiramente caracterizar o estresse oxidativo induzido por peróxido de hidrogênio nestas células e então avaliar a resposta das células quando expostas aos fármacos em condições de estresse oxidativo, uma vez que o estresse oxidativo é um evento importante relacionado às doenças neurodegenerativas e há controvérsias na literatura quanto à atividade citoprotetora dos fármacos em questão nestas condições. Serão avaliados a viabilidade celular e parâmetros relacionados ao estado redox celular, tais como, estado de oxidação de proteínas e lipídeos celulares, conteúdo de substâncias antioxidantes e de espécies reativas de oxigênio. Neste contexto, também será investigada a participação da mitocôndria nos efeitos observados, uma vez que esta é a principal fonte e alvo de espécies reativas de oxigênio, bem como os possíveis mecanismos para estes efeitos.