Busca avançada
Ano de início
Entree

Fradique e as lendas de Santos: experimentação e crítica no último Eça de Queirós

Processo: 12/15649-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Comparada
Pesquisador responsável:Benjamin Abdala Junior
Beneficiário:José Carlos Siqueira de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O presente projeto delineia a terceira parte de uma pesquisa mais ampla que tem como tema central as obras do Último Eça - a fase final de Eça de Queirós. O objetivo principal da pesquisa é o enquadramento do Último Eça nos marcos da experiência vanguardista do século XX e o desvelamento de uma crítica certeira mas matizada da sociedade burguesa. Os resultados das etapas anteriores da pesquisa (mestrado e doutorado do pesquisador proponente) indicaram que o Eça da fase final fez uso de modernos recursos ensaísticos e de características fundamentais do romance-ensaio para, além da realização estética, representar a ideologia e contradições da ordem capitalista por uma "crítica imanente" (conforme Adorno).Nesta última etapa da pesquisa, propõe-se analisar e interpretar duas obras excêntricas da produção eciana: A correspondência de Fradique Mendes e as Lendas de santos, a partir da perspectiva informada. Pretende-se assim testar as conclusões acima expostas e, ainda, verificar em que medida tais obras também apresentam antecipações de processos literários modernistas.Para tanto, o pesquisador empregará a metodologia desenvolvida nas etapas anteriores, e que se fundamenta teoricamente no conceito "estética antiburguesa", de Dolf Oehler, na concepção de projeto literário (conforme, entre outros, John Gledson) e nos princípios teóricos dos estudos comparados em literatura, conforme desenvolvidos por Benjamin Abdala Jr.