Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial Evocado Auditivo cortical nos primeiros meses de uso do implante coclear na desordem do Espectro da Neuropatia Auditiva

Processo: 12/16621-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Kátia de Freitas Alvarenga
Beneficiário:Leticia Cristina Vicente
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Implante da cóclea   Plasticidade neuronal   Potenciais evocados auditivos

Resumo

O redirecionamento das estruturas auditivas centrais em pacientes com a Desordem do Espectro da Neuropatia Auditiva que foram submetidos à cirurgia de implante coclear é pouco conhecido. Contudo, a pesquisa do potencial evocado auditivo cortical pode auxiliar na compreensão de como ocorrem o desenvolvimento, a plasticidade e a função cortical destes pacientes. O objetivo deste trabalho será caracterizar o comportamento do componente P1 do potencial evocado auditivo cortical nos primeiros meses de uso do implante coclear em crianças com a Desordem do Espectro da Neuropatia Auditiva. Participarão da pesquisa cinco crianças atendidas no Centro de Pesquisas Audiológicas do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo, com perda auditiva pré-lingual e usuárias de implante coclear. A pesquisa do potencial evocado auditivo cortical será realizada com o estímulo de fala /da/, apresentado em campo livre, em três períodos distintos: na ativação, com três e com seis meses após a ativação do implante coclear.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VICENTE, Leticia Cristina. Componente P1 do potencial evocado auditivo cortical nos primeiros meses de uso do implante coclear na desordem do espectro da neuropatia auditiva. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Bauru Bauru.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.