Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização de Nanopartículas de Au e AG para identificação de compostos utilizando a técnica CCD-SERS

Processo: 12/17522-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Celly Mieko Shinohara Izumi
Beneficiário:Mário Luis Araújo Rocha
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Nanopartículas   Espectroscopia Raman amplificada por superfície   Espectroscopia Raman   Espectroscopia

Resumo

A espectroscopia SERS (espalhamento Raman intensificado pela superfície) é uma técnica sensível e por se tratar de uma técnica vibracional é altamente específica permitindo a identificação estrutural de uma molécula. Neste projeto, utilizaremos a técnica SERS acoplada ao método de cromatografia em camada delgada (CCD) na separação e identificação de diferentes compostos. Neste estudo, investigaremos o CCD-SERS de moléculas modelos - moléculas com espectros Raman e SERS bem caracterizados como a rodamina 6G , tetrafenilporfirina e Cu(II)-tetrafenilporfirina além de um fármaco, a tibolona. Nanopartículas metálicas de Au e Ag são um dos substratos SERS ativos mais utilizados na atualidade. Serão preparadas e caracterizadas nanopartículas de Au e Ag de diferentes tamanhos e formas que serão impregnados sobre a placa cromatográfica permitindo a obtenção de espectro SERS das substâncias após a separação cromatográfica. Uma investigação da influência da forma de imobilização de NPs de Ag e Au em placas de CCD no sinal SERS obtido será conduzida. Adicionalmente, realizaremos um estudo comparativo do desempenho das NPs de Au e Ag de diferentes formas e tamanhos na intensidade do sinal CCD-SERS utilizando radiação excitante no vísivel (633 nm) e no infravermelho próximo (1064nm).