Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação de dois métodos de profilaxia dental: avaliação da pressão arterial e do conforto do paciente: ensaio clínico controlado e randomizado

Processo: 12/16883-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Maria Aparecida Neves Jardini
Beneficiário:Camila Lopes Ferreira
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças periodontais   Prevenção de doenças   Placa bacteriana   Pressão sanguínea   Consentimento esclarecido   Ensaio clínico controlado aleatório   Análise de variância   Análise descritiva de perfil livre

Resumo

A participação do biofilme bacteriano na etiologia da doença periodontal inflamatória crônica está extensivamente comprovada na literatura mundial, por isso sua remoção e controle são fundamentais no tratamento da doença periodontal e manutenção da saúde bucal. A higiene bucal é um recurso que os pacientes têm para controlar o biofilme dental, entretanto não e tão simples assim, pois a anatomia bucal, má posição dentária, limitações motoras, dificultam este procedimento. Desta forma, os cirurgiões dentistas podem ajudar, lançando mão de métodos profiláticos mais eficazes. A profilaxia utilizando-se o sistema de jato de bicarbonato, tem sido extensivamente usada na clínica, substituindo os métodos tradicionais existentes, tais como a taça de borracha e os pós-abrasivos. O bicarbonato de sódio é considerado um abrasivo ideal para uso intra-oral por não ser tóxico e ser solúvel em água. A literatura é extensa em avaliar seu efeito no esmalte, em restaurações ou tecidos moles, entretanto pouca atenção é dada aos efeitos da absorção pela mucosa do bicarbonato de sódio e possíveis alterações na medida da pressão arterial. O objetivo deste estudo será avaliar a alteração da pressão arterial antes e após dois procedimentos de profilaxia dental: sistema de jato de bicarbonato e profilaxia convencional, e avaliar a opinião do paciente em relação ao conforto de cada uma delas. Serão selecionados 20 pacientes da clínica de Periodontia da FOSJC - UNESP, na faixa etária de 18 a 30 anos, que necessitem de profilaxia para remoção de biofilme dental e concordem e assinem o termo de consentimento livre e esclarecido. Todos os pacientes serão submetidos aos três tipos diferentes de tratamento (jato de bicarbonato, placebo e taça de borracha e pasta abrasiva) em intervalos de um mês entre eles. Os pacientes serão divididos de forma randomizada seguindo a seguinte sequência: na primeira consulta será realizado um sorteio para definir qual tratamento será realizado primeiro. Após 30 dias um segundo sorteio será realizado definindo os tratamentos da segunda e terceira etapas. A pressão arterial será medida por meio de aparelho digital Techline® WS 501 imediatamente antes dos procedimentos, logo após o término do tratamento, 15 minutos após o término do tratamento e 30 minutos após o término do tratamento. A satisfação e o conforto do pacientes será aferida por meio de uma escala visual analógica (VAS) de 10cm após o final de cada tratamento. Os índices de placa e sangramento a sondagem serão realizados antes do tratamento e o índice de placa será repetido após o tratamento. Uma análise descritiva dos dados será apresentada por meio de média e desvio padrão. Os dados obtidos serão analisados por meio de teste de variância com significância de 5%.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)